Irmão de R. Gaúcho, Assis é sócio oculto da ‘bolsa de valores’ de jogadores



Roberto de Assis agencia a carreira de seu irmão, Ronaldinho Gaúcho.

O empresário e irmão de Ronaldinho Gaúcho, Roberto de Assis é sócio oculto da plataforma de negociação online de jogadores Panela FC, conforme informações da Junta Comercial do Estado de São Paulo.

O site, que possibilita a participação de torcedores nos direitos econômicos de jogadores, tem como garoto-propaganda o próprio Ronaldinho Gaúcho. Dos R$ 20 mil reais que compõe o capital social da empresa, 10% (R$ 2 mil) estão no nome de Assis.

A presença do empresário, que já se envolveu em polêmicas durante transações em nome do irmão, chegou a ser um problema para a empresa na condução de negociações, segundo apurou a De Prima.

OUTRO LADO

O Panela FC entrou em contato com a De Prima e pediu direito de resposta. Segue a nota oficial da empresa, na íntegra.

“O Panela FC informa que nunca manteve seus sócios ocultos e sempre agiu de forma transparente. O principal objetivo da plataforma é fortalecer o mercado e deixar as negociações mais claras para os torcedores, clubes, jogadores e Federações e a empresa não poderia agirdiferente com nossos acionistas. Reiteramos que em momento algum qualquer envolvimento dos sócios atrapalhou as negociações com os clubes, muito pelo contrário. Reforçamos que graças à equipe de profissionais envolvidos no projeto, a plataforma já conta com parcerias de mais de 20 clubes, internacionais e nacionais, além das seis Federações.”

Capital esperado

No ar há apenas dois dias, o Panela FC pretende apresentar R$ 10 milhões em cotas de jogadores nesta primeira semana, e alcançar R$ 50 milhões até o fim deste mês, segundo Diego Fernandes, CEO da empresa. Fernandes ainda afirma que a plataforma deve apresentar jogadores de cinco times portugueses – entre eles Porto – em algumas semanas. O próximo alvo de Fernandes são clubes argentinos.

Poder

Conselheiros são-paulinos próximos ao presidente Carlos Miguel Aidar temem que a falta de apoio no Conselho do clube, um dos resultados do racha político com Juvenal Juvêncio, tornem o atual dirigente mais centralizador. Explicam que Aidar pode apelar à via executiva para gerir o clube sem consultar o Conselho Deliberativo. Por outro lado, Carlos Miguel Aidar vêm dizendo que quer governar com todos os setores políticos do São Paulo.

Em casa

No borderô do jogo entre Corinthians e Sport, no último sábado, consta que o time paulista teve uma despesa de R$ 582 com ‘mando de campo’. Entretanto, a partida ocorreu na própria Arena Corinthians. Segundo o clube, o valor apareceu no documento por um ‘erro de digitação’, e a cobrança não tem sentido.

Oportunidade

Especializada em réplicas de camisas de futebol, a rede Liga Retrô investiu R$ 250 mil para incluir o rúgbi em seu portfólio. A iniciativa da empresa visa aproveitar o crescimento deste esporte no país e a grande visibilidade que ele terá por estar nos Jogos Rio 2016. As camisas vão custar R$ 150.

ONDE HÁ FUMAÇA, HÁ FOGO

Durante a campanha do título brasileiro de 2013, a torcida do Cruzeiro passou a recepcionar o time com uma verdadeira nuvem de fumaça azul na chegada ao Mineirão.

A iniciativa se tornou tão tradicional que a fabricante de fogos Piromax, situada em Santo Antônio do Monte (MG), a 194 km de Belo Horizonte, viu uma oportunidade de negócio e bateu na porta do clube.Deu resultado.

Nesta semana, o Cruzeiro lançou uma linha licenciada de produtos pirotécnicos, entre eles uma bola que solta fumaça azul para ser utilizada pela torcida na recepção da equipe antes dos jogos.

O produto, entretanto, é proibido nos estádio e fez o clube montar uma estratégia de comunicação para alertar a torcida que o produto só pode ser utilizado do lado de fora do Mineirão.

De Letra

“Há discrepância de valores na negociação de Neymar que ainda não foram revelados”

Orlando Rollo, candidato de oposição, sobre documentação obtida junto à um grupo de oposição do Barcelona.



MaisRecentes

Diretor da Chape compara permanência na Série A a título da Champions League



Continue Lendo

Botafogo sai da lista de clubes formadores da CBF. Coritiba retorna



Continue Lendo

Entidades buscam nome para preencher vaga no Tribunal Antidopagem



Continue Lendo