Gobbi sofre fritura no Corinthians



O presidentre do Corinthians, Mario Gobbi pode ser alvo de sabatina no Conselho

Conselheiros do Corinthians podem pedir uma reunião extraordinária do Conselho para analisar a gestão de Mario Gobbi se o time perder os pontos por ter usado o volante Petros. O déficit de R$ 40 milhões, a dívida de mais de 1 R$ bilhão, negócios desastrados como a compra de Pato, a venda de Cléber e a renovação com Sheik fazem o presidente já ser considerado por muitos pior que o ex-presidente Alberto Dualib. A possibilidade de impeachment, que tinha sumido desde o começo do ano, está ressurgindo.

COMENTÁRIO DO EDITOR

 

Terceira 
No São Paulo, conselheiros de situação e de oposição confirmam que um novo grupo político está se organizando nos bastidores. A ideia é criar um bloco de “centro”, com parte da chapa amarela, de situação, e da vermelha, de oposição. Ainda não há um nome forte à frente do grupo, mas conselheiros já chamam a terceira via de “chapa laranja” – mas o nome é provisório. 

Rolo compressor
O presidente Paulo Nobre está concentrando nos conselheiros palmeirenses mais renomados sua estratégia para conseguir apoios para sua candidatura à reeleição – o pleito deverá acontecer em novembro. Seu objetivo é deixar as chapas rivais apenas com nomes que despertem bastante rejeição – como Salvador Hugo Palaia – ou que não tenham tradição no clube.

Novo caminho
Presidente do Coritiba e da comissão de clubes da CBF, Vilson Ribeiro de Andrade vêm conversando com dirigentes sobre a necessidade de se trabalhar melhor e apostar nas receitas de PPV. Na visão de alguns cartolas, como Alexandre Kalil, do Atlético-MG, o pay-per-view é a melhor forma de minimizar o crescente abismo na distribuição das receitas de TV aberta, que favorece Corinthians e Flamengo desde 2011. 

Reforma
O pré-candidato pela oposição a presidente do Santos, Modesto Roma, pretende propor uma reforma do estatuto caso seja eleito. Quer trocar o Comitê Gestor por um Conselho de Administração e dar mais poder e autonomia aos executivos do clube do que eles têm atualmente. Mas, como fez a atual gestão, os executivos poderão sair do próprio quadro de sócios.

Nilmar
O Internacional ainda não desistiu de Nilmar, que deixou o Qatar no fim de julho. Antes de fazer a proposta o clube quer saber do agente do atleta, Orlando da Hora, se Nilmar rompeu contrato antes do fim da janela de contratações, o que permitiria que ele assinasse contrato. Da Hora está fora do Brasil e só volta na semana que vem.

Esperança
Embora tenha sido condenado pelo STJD com a expulsão da Copa do Brasil, o departamento de marketing do Grêmio não teme que os recentes casos de racismo de torcedores seus possam afetar a imagem do clube, afastando possíveis novos patrocinadores. Beto Carvalho, diretor de Marketing do clube, afirma que fatos isolados não devem ser levados em consideração, mesmo com a reincidência de atitudes racistas no caso Aranha.

ESTRELA PISCA-PISCA

 

O empresário Durcésio Mello não decide seu futuro no Botafogo

O empresário Durcésio Mello nem estreou na política do Botafogo e já se tornou uma figura popular, quase folclórica.

A razão é sua indecisão sobre o papel que quer ter na política do clube.

Mello foi convencido a entrar na disputa pelo ex-presidente Carlos Augusto Montenegro, o maior cacique alvinegro – tem ascendência sobre quase todos os presidentes. 

Depois de aceitar a sugestão de Montenegro para disputar, Mello, após a Copa, desistiu – pressionado pela família e pela situação do clube.

Uma semana depois desistiu da desistência e tentou ser candidato com o apoio da oposição. Não conseguiu.

Agora decidiu concorrer em chapa separado. Mas quer ser o vice.

E procura um candidato a presidente, que aceite a sombra dele

E de Montenegro, claro.

DE LETRA

“O Grêmio ficará feliz se acabarmos com a discriminação racial no Brasil com esta decisão”

Fábio Koff, presidente do Grêmio, contrariado com a expulsão do Grêmio da Copa do Brasil, decidida pelo STJD.



MaisRecentes

‘Rainbow Six Pro League’, no Rio de Janeiro, neste fim de semana, terá premiação milionária



Continue Lendo

Superintendente garante que não há obstáculos para construir no campo do Everest



Continue Lendo

Detalhe técnico pode impossibilitar obra no campo do clube Everest



Continue Lendo