Financeiro do Botafogo vê dificuldade em cortar despesas do departamento de futebol



Francisco Fonseca, Vice de Finanças do Botafogo.

Para o vice-presidente de Finanças do Botafogo, Francisco Fonseca, um dos agravantes da crise financeira do clube foi a dificuldade de cortar despesas do departamento de futebol no curto prazo.

O clube aumentou em 71% esses gastos de 2012 para 2013, totalizando R$ 167 milhões, enquanto as receitas do clube cresceram 26%, para R$ 154 milhões.

– No fim de 2012, fizemos uma projeção de gastos considerando anos sucessivos de aumento de receitas, mas esses problemas aconteceram e não há como sair cortando o elenco, fica mais caro do que manter o jogador – explicou o dirigente à De Prima.

Fonseca ressaltou que, segundo a Lei Pelé, se o clube rescindir o contrato do jogador, o atleta tem o direito de receber o valor total do contrato. E como o clube está sem caixa, seria mais sábio do ponto de vista financeiro manter os atletas.

– Se o clube rescinde o contrato sem ter como pagar, isso vai parar no tribunal e o valor pode mais do que dobrar – disse o VP de Finanças.
Em casos especiais, o clube conseguiu economizar gastos com salários sem pagar a rescisão, como na saída de Seedorf e Felipe Gabriel.



  • Adelio de Carli

    Gostaria de um esclarecimento: se o Corinthians tem um débito fiscal de 188 milhões com a Receita, como conseguiu o patrocinio da Caixa Economica Federal???

    • Julio Cesar

      não só conseguiu patrocínio da CEF como também conseguiu a construção de um estádio por conta do governo federal, mais é fácil, pergunte ao LULA

    • SAULO

      SE QUALQUER EQUIPE ESTIVER EM DIA COM OS PAGAMENTOS NEGOCIADOS COM O FISCO ELE OBTEM AS CERTIDOES NEGATIVAS.

  • Sadi Feital

    Em complemento ao Adelio de Carli, se o Flamengo e o Vasco têm um débito considerável na Receita Federal, como conseguem patrocínio da CEF????????

    • alex

      O Vasco penou muito pra conseguir as tais certidões negativas. Foi mais de seis meses de negociação com o Fisco. Enquanto isso, tava asfixiado financeiramente, com todas as receitas penhoradas. O time campeão da Copa do Brasil 2011 se desmantelou, gente saindo por vias judiciais por causa de atraso no pagamento.

      Uma vez que se consegue renegociar as dívidas, recebe as certidões e pode receber patrocínios de novo, inclusive do Governo.

  • Cláudio Costa da Silva

    Se forem investigar à fundo vão ver que tem clubes mais endividados que o Botafogo, mas conseguem patrocínios porque o governo faz vista grossa em alguns casos.

    • Anderson

      Esta hipótese não existe. Só recebe patrocínio mediante apresentação de CND, e estas só são concedidas se as dividas fiscais tiverem sido renegociadas.
      Fora disso, estão difamando uma instituição que é o orgulho brasileiro, a CAIXA, por aceitar conchavos.
      Crime é isso.

  • Marcello

    TESTE

  • Não torço para o Botafogo, mas é triste ver o que está passando hoje, um time com um passado tão glorioso.

  • Exponho com detalhes os problemas e soluções na gestão financeira do futebol. É muito simples e depende do torcedor fazer a diferença.

    http://sergioschlender.blogspot.com.br/2014/08/o-futebol-com-maior-profundida.html

MaisRecentes

Promotor vê cessão de ingressos como incentivadora da violência das torcidas



Continue Lendo

Del Nero estava em reunião quando soube de suspensão. E não pode pisar na CBF



Continue Lendo

Ideia de biometria em setor de organizadas não entra em regulamento da CBF



Continue Lendo