Situação santista sofre ameaças



madeiradafinal

Ameaças circularam nas redes sociais no dia anterior à reunião do Conselho que votou a proposta de voto online

O clima tenso observado na Vila Belmiro durante a votação da proposta de voto online foi considerado por dirigentes santistas o estopim de uma série de ameaças do grupo oposicionista Acorda Santista. O conselheiro Marcos Fonseca chegou a registrar um B.O., no fim de 2013. O grupo divulgou nota oficial ameaçando Fonseca, e divulgou endereço e telefone do conselheiro. Há um mês, repetiram a estratégia com mais 21 dirigentes. A foto acima foi publicada pelo grupo um dia antes da votação.

Clima eleitoral
Conselheiros santistas ligados à atual gestão tentam associar Orlando Rollo, da chapa Terceira Via, ao grupo Acorda Santista, que ameaçou fisicamente dirigentes do clube nos últimos meses. Rollo nega a relação, apesar de admitir que membros da Acorda Santista já foram de sua chapa. O oposicionista está nos holofotes desde a votação do voto-online

Sem definição
Abílio Borges, presidente do Conselho do Vasco, ainda não tem uma definição sobre o que será feito após o fim do mandato de Roberto Dinamite, no próximo mês. Borges tem discutido o assunto com conselheiros e uma reunião está prevista para os próximos dias para decidir se o mandato de Dinamite será prorrogado até novembro, nova data da eleição, ou se interventores irão assumir a administração do clube.

Cautela
A possibilidade de interventores assumirem o Vasco é polêmica entre os candidatos à presidência. Nelson Rocha, que defendia a eleição em agosto, diz que a atual gestão não poderia permanecer e que é necessário saber quem fará parte do grupo durante o período provisório para poder apoiá-lo. Já Roberto Monteiro apoia a intervenção por entender que a atual gestão adiou as eleições para ficar mais tempo no cargo.

Consenso
Após o Planalto e a CBF sinalizarem apoio à votação da Lei de Responsabilidade, os parlamentares Otávio Leite (PSDB-RJ), relator do projeto, e Vicente Cândido (PT-SP), da bancada da bola, dizem que o projeto está aberto a mudanças, e que buscam consenso para aprovar a lei. O Governo deve forçar o uso da taxa Selic, duas vezes maior do que a TJLP, presente no texto.

Ausência
Francisco Novelleto, presidente da Federação Gaúcha de Futebol e que tentou concorrer com Del Nero para assumir a CBF, não esteve na reunião de ontem da entidade nacional com clubes e federações. Novelleto garante que sua ausência nada tem a ver com a oposição que faz a José Maria Marin, e afirma compromissos pessoais o impediram que estivesse no Rio de Janeiro para o encontro. Novelleto foi representado pelo presidente da Federação Paranaense, Hélio Cury.

Liderança
Ao fim de julho, o Corinthians, com 6562 sócios, é o líder isolado do Movimento por um Futebol Melhor entre os clubes que mais atraíram novos associados no mês. Dos cinco primeiros, três são paulistas: o São Paulo, com 1494, é o segundo colocado, enquanto o Palmeiras é o quarto, com 1400 novos associados

SEM CONTATO

Valdivia não atende o celular há uma semana

O chileno Valdivia não se dá muito bem com celulares.
Foram vários aparelhos perdidos ou quebrados só este ano.

E ao que parece, o jogador teve mais um problema com seu meio de comunicação.

Há uma semana, ninguém consegue falar com o atleta. Nem mesmo sua mãe, Dona Elizabeth.

Segundo pessoas próximas ao jogador, sua conta do WhatsApp foi acessada pela última vez há uma semana, o que tudo indica que mais um aparelho se perdeu.

Esse fato tem deixado agentes e dirigentes de futebol de cabelo em pé por conta da indefinição na negociação com o clube árabe Al Fujairah.

Um dos mais preocupados é o conselheiro do Palmeiras, Osório H. Furlan Júnior, que detém 36% dos direitos do atleta e ainda não sabe se terá seu investimento de volta.

DE LETRA

“Tem que tirar esses caras do come e dorme”

 Abílio Borges, presidente do Conselho Deliberativo do Vasco, sobre o time carioca não engrenar na Série B do Brasileiro.


MaisRecentes

‘Rainbow Six Pro League’, no Rio de Janeiro, neste fim de semana, terá premiação milionária



Continue Lendo

Superintendente garante que não há obstáculos para construir no campo do Everest



Continue Lendo

Detalhe técnico pode impossibilitar obra no campo do clube Everest



Continue Lendo