Eixo Rio-SP vai a Brasília por lobby



Os grandes clubes de São Paulo e Rio de Janeiro estão trabalhando nos bastidores para que a Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte entre na pauta do Plenário ainda nesta semana – antes do recesso de meio de ano da Câmara. A coluna apurou que Vasco, Flamengo e Botafogo terão representantes em Brasília para fazer lobby pelo projeto. Já o Fluminense não apoia o atual modelo de renegociação. Entre paulistas, Corinthians e São Paulo já declararam apoio e estudam mandar algum representante ao DF.

Copa dos tweets
A final da Copa gerou 32,1 milhões de tuítes em todo o mundo e esse foi o evento esportivo mais comentado na história da rede social, com 672 milhões de publicações. No momento em que a Alemanha levantou a taça de campeã, a rede social recebeu 618.725 tweet por minuto, o maior já registrado. O recorde anterior pertencia ao jogo Brasil e Alemanha, válido pelas semifinais, que atingiu 580.166 tweets por minuto.

Nova geral
O Flamengo estuda criar no Maracanã uma área popular, com ingressos mais baratos. Caso ocorra, a iniciativa atenderá uma das maiores reclamações da torcida rubro-negra atualmente: o custo das entradas definido pela atual diretoria. No último jogo do time no estádio antes da Copa, contra o São Paulo, o ingresso mais barato custou R$ 60 para quem não era sócio-torcedor e nem tinha direito à meia-entrada.

Persistência
O Maracanã teve sete jogos para melhorar o serviço de bares e banheiros do estádio, mas na grande final da Copa do Mundo manteve a baixa qualidade do serviço. Filas enormes se formaram para quem queria comprar bebidas ou ir ao banheiro. Os torcedores que preferiram enfrentar as filas perderam o início de cada tempo, fenomêmo visível pela TV.

Ofensiva
O Bom Senso levantou de vez a bandeira da democratização da CBF após o vexame da Seleção na Copa. Na tarde de ontem, o zagueiro Paulo André e o movimento foram às redes sociais para pedir ao torcedor brasileiro que vá aos estádios com cartazes com os dizeres “Democracia na CBF, já!”, solicitando a participação de todos os setores do futebol nas decisões da entidade que comanda o esporte.

Voto presencial
Continua a campanha de setores oposicionistas do Santos contra a proposta de voto online – que será decidida por uma Comissão Eleitoral formada por nomes de situação e independentes. A Associação Santos Sempre Santos convocou os torcedores do clube para que protestem contra o voto não presencial, na Vila Belmiro, antes do clássico contra o Palmeiras, na quinta.

Outro lado
Nelson Rocha, candidato à presidência do Vasco, afirma que o seu staff procurou o grupo de Fernando Horta, presidente da Unidos da Tijuca, para tentar uma unidade em prol da luta contra o chamado “mensalão vascaíno” e não para uma união pensando nas eleições, conforme publicado nesta coluna. Rocha diz buscar apoio de grupos insatisfeitos com o escândalo.

EM VÃO

Durante a coletiva de imprensa em que apresentou os resultados da Copa-2014, Joseph Blatter deu nota 9,25 para a organização do torneio justificando que ‘não existe perfeição’.

Logo na sequência, a pergunta foi direcionada ao ministro Aldo Rebelo, que antes de respondê-la fez questão de chamar a atenção do presidente da Fifa sobre o comentário que havia feito.

‘Sr. Blatter, tem um poeta brasileiro que diz que perfeição é uma meta defendida pelo goleiro’, afirmou Rebelo, citando letra da música ‘Meio de Campo’, composta por Gilberto Gil.

Em Português, o comentário do ministro dos Esportes, entretanto, foi acompanhado apenas por um sorriso sem graça de Blatter, que naquela altura já havia tirado o fone de ouvido com a tradução simultânea.

DE LETRA

“As cobras se esconderam e nenhum cachorrou louco atacou os turistas”

Aldo Rebelo, ministro do esporte, ao ironizar o pessimismo da mídia em relação à Copa-2014.



MaisRecentes

Conselheiros do Palmeiras cobram diretor de futebol Alexandre Mattos



Continue Lendo

No Dia do Professor, COB abre inscrições para curso de iniciação esportiva



Continue Lendo

Mau desempenho do time afeta Maurício Galiotte no comando do Palmeiras



Continue Lendo