Eleição não trava Lei de Responsabilidade



Dilma Rousseff e Aécio Neves se cumprimentam em Brasília

A troca de farpas entre a presidente Dilma Rousseff e o senador Aécio Neves sobre mudanças no futebol brasileiro não deve atrapalhar a votação da Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte, segundo o relator do projeto (PL), o deputado Otávio Leite (PSDB-RJ). A proposta tem apoio suprapartidário na Câmara, mas vem sendo atrasado pelo Governo. Para dirigentes, como o ex-presidente flamenguista Márcio Braga, essa é a hora de democratizar a CBF, mas o tema não está no atual texto do PL.

Prioridades
A grande diferença entre o número de alemães e argentinos que estão no Rio de Janeiro para a final da Copafez com que o Estado priorizasse os hermanos em suas estimativas. O órgão não tem números de quantos alemães chegam ao Rio para a final do Mundial, nem quantos eles gastarão no estado. Porém, a Secretaria revelou na última quinta que espera 70 mil argentinos, que devem deixar R$ 222 milhões no Rio.

Cobertura
Durante o período de Copa do Mundo no Brasil, a TV Globo pagou mais de 26 mil diárias em hotéis pelo país e adquiriu mais de 4 mil passagens aéreas para realizar a cobertura do torneio. Não é para menos que a emissora define esse Mundial como o trabalho esportivo ‘mais desafiador’ para a empresa. A operação envolveu cerca de 2,5 mil profissionais.

Copa política
A próxima pesquisa eleitoral do Datafolha, aprovada no TSE sexta-feira, fará uma série de perguntas sobre a derrota da Seleção na Copa do Mundo. Os mais de 5 mil entrevistados terão de responder sobre quem é o culpado pelo vexame – CBF, comissão técnica ou jogadores – e quem poderia substituir Felipão. A pergunta mais curiosa questiona se o entrevistado sente orgulho ou vergonha de ser brasileiro.

Em alta

Mesmo fora da Copa do Mundo para a disputa das semifinais, 70% das vendas de camisas da Seleção Brasileira nas lojas da Nike são de Neymar desde o início do Mundial, em 12 de junho, segundo um diretor da companhia. No período da Copa no Brasil, as camisas da Seleção Brasileira lideraram as vendas na varejista online Netshoes e nas lojas da Centauro.

Holofotes
O Bom Senso FC articula nos bastidores o apoio da ONG Atletas pelo Brasil, que tem a participação de personalidades do esporte como Raí, Bernardinho e Cafu. O movimento de jogadores viu a necessidade de contar com ex-atletas que possam dar mais visibilidade para a causa no país. A falta de tempo dos jogadores em atividade também pesou para a decisão.

Sem possibilidade
O staff de Nelson Rocha, candidato à presidência do Vasco, negocia com pessoas ligadas a Fernando Horta – presidente da Unidos da Tijuca e personagem influente na política do clube carioca – um apoio do sambista à chapa de Rocha. Porém, o próprio Horta disse à coluna que descarta qualquer possibilidade de se alinhar a alguém que fez parte da gestão de Roberto Dinamite. Rocha foi vice de finanças do clube.

PALAVRAS

Atual geração da seleção alemã que massacrou o Brasil

Um estudo realizado pela Universidade de Cambridge, na Inglaterra, e que abrangeu milhões de publicações em língua inglesa sobre a Copa do Mundo procurou identificar que palavra definia cada equipe do Mundial.

A palavra mais usada pelos anglófonos para definir a Seleção Brasileira não é nenhuma surpresa: “emotivos” foi o adjetivo mais usado para falar da Amarelinha.

Os finalistas Alemanha e Argentina também geram percepções distintas. E podem indicar quem vai levantar a taça hoje.

Messi & Cia foram taxados de “confiantes”, mas também de “pouco convincentes”.

Já os alemães são os queridinhos da mídia em inglês, carregando adjetivos como “poderosos”, “focados” e “comprometidos”.

DE LETRA

“Há um paralelo sim e esperamos que o resultado seja o mesmo”

AlejandroSabella, técnico da Argentina, comparando atual equipe com time campeão em 1986.

 



MaisRecentes

Final da Libertadores desperta interesse do espectador brasileiro e audiência explode



Continue Lendo

Pedro Abad pode deixar o comando do Fluminense ainda em 2018



Continue Lendo

Contratação de Felipe Melo pelo Flamengo faz parte de ‘presente de Natal’ pedido por Abel Braga



Continue Lendo