Planalto decidiu punição a chilenos



A punição aos torcedores chilenos – têm 72 horas para deixar o Brasil ou serão deportados – partiu da cúpula do governo brasileiro. A Casa Civil e o Ministério da Justiça foram informados rapidamente do ocorrido no Maracanã e decidiram dar uma resposta forte para evitar um terceiro incidente de invasão, seja neste estádio ou em outro. O Planalto também cobrou do governo do Rio um procedimento para apurar falhas na operação de segurança feita pela polícia estadual.

Cinderelas
Muitos dos chilenos invasores que conseguiram chegar à arquibancada estavam descalços. Na invasão do Maracanã, esses torcedores deixaram chinelos e tênis pelo caminho. Os pertences, que poderiam servir para identificar os penetras, não haviam sido recolhidos pela polícia até o início da noite, apesar de terem sido reunidos pelos voluntários que trabalham no estádio.

Gigante
Cerca de 20 minutos antes do início da partida Espanha x Chile, as filas de torcedores em torno do estádio do Maracanã tinham mais de cem metros. Embora a tentativa de invasão tenha perturbado o acesso dos torcedores em alguns portões, o principal motivo da demora era a já costumeira lentidão no controle de acesso. Mais de 10 mil pessoas entraram depois do apito inicial.

Guerra das cores
Os chilenos tiveram um motivo extra para comemorar a vitória sobre a Espanha, a primeira da história do confronto. Conhecida tradicionalmente como “La Roja”, a seleção do país viu o apelido ser “roubado” em 2010 pela Espanha, que por década foi conhecida como “La Fúria”. Os chilenos se irritaram ainda mais por terem de jogar ontem de camisa branca, forçados a deixar a cor favorita para os rivais.

Conquista
Após protestarem contra o descaso da CBF por não terem sido convidados para jogos da Copa, ex-jogadores brasileiros campeões mundiais enfim receberam atenção do Comitê Organizador Local. Receberam ingressos para o  jogo de ontem no Maracanã. Os agraciados, todos residentes no Rio, foram Paulo César Caju, Jairzinho e Brito.

Fumaça
A incidência de neblina nas regiões Sul e Sudeste, que já provocaram reclamações de turistas europeus contra a infraestrutura de aeroportos brasileiros, tem sido tratado como problema menor pelas autoridades aéreas. A Associação Brasileira das Empresas Aéreas diz que considera baixa a incidência desse fenômeno meteorológico nos aeroportos das cidades-sede na primeira semana da Copa.

Interesse mundial
Os jogos do dia influenciam as buscas dos internautas do mundo inteiro, conforme divulgado  pelo Google. Na última segunda, dia de Alemanha x Portugal, Cristiano Ronaldo liderou as buscas mundiais no site. Na última terça, quando teve Brasil x México, Neymar foi o mais buscado. A boa atuação do goleiro Ochoa contra o Brasil garantiu-lhe um lugar no top 5 do site de buscas na terça-feira.

 

SINAPSES

O presidente da CBF, José Maria Marin, dá sinais cada vez mais evidentes de que os 82 anos de idade já pesam sobre ele.

Ontem, numa entrevista coletiva, lhe perguntaram se havia feito gestos de insatisfação contra a Seleção Brasileira, durante o jogo contra o México.

Apesar de ter sido flagrado fazendo tais gestos, para o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, Marin negou que os tivesse feito.

Disse que o único gesto que fez durante a partida e faz para a Seleção é de bater palmas.

E virando-se para este colunista, disse:

– Marcelo, você estava no estádio, eu te vi. Você viu que eu só bati palmas. Diga a eles..

Este colunista de fato viu o jogo no estádio. Mas, estava no Maracanã, no Rio, pela TV, e não no Castelão, em Fortaleza.

DE LETRA

“Usar o dinheiro da CBF para o desenvolvimento do futebol é uma ótima sugestão. Vou estudá-la”

José Maria Marin, presidente da CBF, respondendo a pergunta em entrevista coletiva

 



  • Julio

    Estive ontem no Maracanã assistindo ao jogo Chile vs Espanha. Cheguei ao estádio às 15:10h e às 15:20h eu já estava dentro do estádio. A fila para entrada foi bastante rápida para quem nao estava com mochila/ bolsas (como era o meu caso), pois havia um equipamento dedicado para pessoas sem estes acessorios.
    Já dentro do Maracanã, antes do início do jogo, peguei 5 minutos de fila para comprar uma cerveja – considerando a quantidade de pessoas achei bem rápido.
    No intervalo do jogo, encarei 15 minutos de fila para novamente comprar uma cerveja – de novo, achei o tempo razoável.
    Ah! A cerveja estava gelada!
    Acho que a organizaçao do evento corrigiu os erros que ocorreram no primeiro jogo!
    Tudo excelente!

  • Elétrico e imprevisível, futebol em estado puro, Luisito, Celeste Olímpica, English Team: nunca duvidem de uma copa
    http://blogs.estadao.com.br/500copa/futebol-em-estado-puro-eletrico-e-imprevisivel/

MaisRecentes

Diretor da Chape compara permanência na Série A a título da Champions League



Continue Lendo

Botafogo sai da lista de clubes formadores da CBF. Coritiba retorna



Continue Lendo

Entidades buscam nome para preencher vaga no Tribunal Antidopagem



Continue Lendo