Seleção vê ‘complô’ contra o Brasil



Após o polêmico pênalti sobre Fred, na abertura da Copa, a Seleção Brasileira faz de tudo para destruir o rumor de um complô pró-Brasil. Além de Felipão e do próprio Fred declararem que foi pênalti, pessoas do estafe citam os erros crassos nos jogos de ontem e alguns vão além: defendem que existe um complô, mas não a favor e sim contra a Seleção Brasileira. E que esse pênalti sobre Fred será usado para pressionar os árbitros, em jogos mais importantes, a tomarem decisões contra o Brasil em lances duvidosos.
Sem fadiga
Os jogadores da Seleção têm se recuperado de treinos e jogos durante a Copa em um centro de reabilitação que é inédito na área. Desenvolvida pela empresa italiana Technogym, a sala é composta por 11 aparelhos de diferentes níveis de processo para recuperar os atletas e evitar que eles cheguem ao departamento médico. Os equipamentos são usados também em jogadores lesionados.
Vetados
Profissionais da Fifa vêm aproveitando o tempo que ficarão no Brasil para a Copa do Mundo para faturar com palestras em universidades e empresas brasileiras. Os palestrantes, no entanto, pedem que os presentes não tirem fotos ou gravem imagens da apresentações, sobretudo se algum símbolo ligado à entidade ou ao Mundial apareça. A Fifa proíbe a utilização comercial de suas marcas, mesmo entre dirigentes.
Paixão colonial
Nas redes sociais, a Seleção japonesa é mais popular entre os brasileiros do que entre os próprios japoneses. O Brasil, que têm uma das maiores comunidades japonesas do mundo, tem 400 mil fãs no perfil oficial da equipe nipônica, enquanto apenas 112 mil japoneses apoiam sua seleção na plataforma. O perfil da CBF é o mais popular da Copa, com quase cinco milhões de fãs.
Tirou o corpo
O superávit de R$ 23 milhões do São Paulo nas contas de 2013 não deve se repetir neste ano. Na última reunião do Conselho Deliberativo, o presidente Carlos Miguel Aidar apontou o aumento de 70% dos gastos com futebol em 2013, a antecipação de receitas de TV e o fim do patrocínio da Semp Toshiba como preocupantes. Seu amigo, Juvenal Juvêncio, responsável pela situação, não estava presente.
Polêmica on-line
Sessenta conselheiros santistas receberam na última quarta-feira a primeira apresentação da comissão eleitoral do Santos, que desde sua criação, em janeiro, é marcada pela polêmica do voto online, proposta da diretoria. Oposição acusa a diretoria de querer forçar a adoção do sistema online e de formar uma comissão só com representantes de situação, A próxima reunião acontece dia 24.
Desafeto
Conselheiros santistas da oposição dizem que não vão torcer pela Seleção se Neymar não sair. Recusam-se a torcer por um jogador que “deu o calote” no clube. Só torcerão pela Seleção caso o craque se machuque ou leve um cartão vermelho. O pai de Neymar recebeu R$ 40 milhões do Barcelona, sem avisar ao clube, ainda em 2012.
Festa das Federações na abertura da Copa

José Maria Marin, presidente da CBF, e Del Nero, presidente da FPF que vai assumir a confederação em 2015.

O presidente da CBF, José Maria Marin, e seu sucessor Marco Polo Del Nero, promoveram um trem da alegria com aliados na abertura da Copa do Mundo. Distribuíram ingressos para muitos diretores e presidentes das federações amigas, com direito a um acompanhante. A Federação Paulista ficou com a maior fatia do bolo, 50%,
Os agraciados ficaram na arquibancada Sul, atrás de um dos gols, na parte fixa do estádio. Segundo um convidado, havia cerca de 150 pessoas.
Mas o pessoal não pôde ficar junto com Marin, presidente do COL, e Del Nero, membro do comitê executivo da Fifa, que assistiram o jogo nas tribunas de honra. Mas longe de Joseph Blatter e Dilma Rousseff, como é sabido.


  • Sem fadiga.
    Quais equipamento nobre jornalista,para ser aplicado onde,como,cadê a preciosidade da informação.

MaisRecentes

Inclusão de técnicos no fair play financeiro da Série A entrará em pauta para 2018



Continue Lendo

Flamengo aprova orçamento de 2018 com verba tímida para contratações



Continue Lendo

Federação dos Treinadores faz reunião com participação de diretor da CBF



Continue Lendo