Marin é escanteado na abertura da Copa



Onde está Marin?

Aonde está Marin?

O presidente da CBF e do COL, José Maria Marin, não conseguiu se sentar nem a uma distância razoável da presidente Dilma Roussef. Blatter que sentou-se ao lado dela, colocou apenas os dirigentes da Fifa mais próximos dele. Do lado da presidente, até quem não era do governo brasileiro teve prioridade sobre o cartola. Desde quando assumiu, Rousseff evita contato com os presidente da CBF, mas se reuniu com os jogadores do Bom Senso. Até 2012, foi com Ricardo Teixeira e desde então com Marin.

 

Simpatia

Os brasileiros têm mais um motivo para ficarem tranquilos quanto a atentados nesta Copa.

O site Vocativ, dos EUA, examinou as principais páginas de grupos extremistas islâmicos no Facebook e detectou grande simpatia ao Brasil na Copa.

A Seleção só perde para a Argélia, a única equipe islâmica na Copa.

Para a Al-Qaeda, o Brasil (13%) fica atrás da Argélia (21%) e Itália. Para o Hamas, da Palestina, o Brasil fica em segundo, atrás da Argélia (34% x 16%)

Mas, para o Hezzbolah, do Líbano, o Brasil (17%) é o número 1.

O futebol divide esses grupos. O nigeriano Boko Haram, conhecido por sequestrar garotas, condena quem assiste futebol. O ISIS, da Síria, ao contrário, usa o futebol para arregimentar militantes.

 

Proteção VIP
A segurança privada para executivos e celebridades que irão assistir à Copa do Mundo pode ultrapassar US$ 100 milhões (R$ 222 milhões), segundo o estudo da iJet, empresa de segurança que presta serviços para corporações internacionais. A iJet estima que cerca de 5 mil pessoas receberão este tipo de segurança, a um custo individual entre US$ 10 mil e U$ 20 mil. A maioria dessas pessoas virá à Copa a trabalho.

Tendências
Os holandeses estão preocupados com Robben para o jogo de hoje contra a Espanha, em Salvador. Dados do Google de ontem mostraram que, na Holanda, as buscas pelo meia-atacante, que teve um problema nas costas há 3 dias, eram três vezes maiores que a soma de todos os jogadores de ambas as seleções. No Brasil, o interesse por Neymar era cinco vezes maior do que em Pelé.

Segurança
Espanha e Holanda, que estreiam hoje, trouxeram seus próprios agentes de segurança. A Espanha tem três policiais baseados em Brasília, junto ao comando de segurança da Copa, enquanto quatro seguem a equipe. Os holandeses têm dois agentes de segurança e cinco seguindo a equipe. Por decisão do governo brasileiro, cada seleção pode trazer até sete policiais para sua proteção.

Caminho sem volta
Às 14h, depois dos primeiros confrontos entre manifestantes e policiais, foi determinado que apenas passageiros com ingressos para a abertura da Copa poderiam entrar nas estações do metrô. Na zona leste, policiais do Choque ajudaram no controle de acesso. Muitos trabalhadores que voltavam para casa para ver o jogo não conseguiram embarcar.

Papelão
O prefeito de Porto Alegre, José Fortunatti (PDT), passou vergonha nesta última quarta-feira ao inaugurar a Avenida Padre Cacique, uma das vias de acesso ao estádio Beira-Rio. Fortunatti posou para fotos carregando os cones da obra, como que para “abrir” a avenida. Mas não percebeu que ao fundo, operários, máquinas e carros que ainda terminavam os detalhes finais da obra.

Frigideira
Michel Platini, da Uefa, foi o único presidente de confederação continental a não se sentar ao lado de Joseph Blatter, presidente da Fifa, na abertura do Mundial Rompido com o antigo padrinho, Platini, poderá ser o próximo alvo dele. Citado no escândalo da suposta compra de votos para a escolha do Qatar em 2022, Platini ainda deve ser investigado depois da Copa do Mundo.



MaisRecentes

CBF começa treinar instrutores para curso do árbitro de vídeo



Continue Lendo

Se estrear na próxima rodada, árbitro de vídeo não será para todos os jogos da Série A



Continue Lendo

Licenciamento vira argumento de CBF e clubes para minimizar liminar contra exigência de CND



Continue Lendo