Antidoping da Fifa testa ‘todos’ os atletas



O comitê médico da Fifa realizou exames antidoping surpresa não apenas em todos os 736 jogadores que estavam nas listas iniciais de convocação, como em mais 241, que envolvem a grande maioria dos sete suplentes de cada seleção e ainda mais um grupo de mais de 17. Chefiado pelo médico Jiri Dvorak, que palestrou ontem em São Paulo, os testes foram realizados a partir de fevereiro e encerrados há poucos dias. Curiosamente, Neymar foi o último atleta do Mundial a passar pelo antidoping.
No gogó
O Ministro do Esporte, Aldo Rebelo, continua firme na sua jornada de dizer ao mundo que a Copa do Brasil não tem nenhum problema que mereça discussão.
Depois de dizer que fazer os estádios era fácil e meses depois afirmar que os atrasos são normais, pois ocorrem até em casamentos, agora insiste que os estádios estão 100% prontos – como se fosse algum mérito a dois dias da abertura do Mundial.
Mas faltou combinar com a Fifa. A entidade que administra o futebol mundial diz que a Arena da Baixada não está pronta – e já tinha dito isso da Arena Corinthians.
Nem assim o ministro Aldo Rebelo admite problemas. Diz que faltam apenas “retoques especiais” – sem explicar o que é isso – no entorno de algumas arenas.
Faxina
O governador do Rio Luiz Fernando Pezão diz que demitiu cerca de 2 mil policiais que cometeram abusos de autoridade em protestos desde junho do ano passado. A intenção é evitar esse tipo de ocorrência na Copa do Mundo, quando deverá haver manifestações pelo Rio. Pezão diz que grandes eventos globais como Rio+20 e a vinda do papa ajudaram na preparação da segurança para o Mundial no Brasil.
Périplo
O presidente da CBF e do COL, José Maria Marin, terá uma maratona de viagens para acompanhar in loco o maior número possível de jogos da Copa do Mundo. Maria deve ver um jogo por dia, enfatizando, além da Seleção Brasileira, os jogos das seleções da Espanha, Itália e Portugal, segundo um assessor pessoal – que não irá acompanha-lo.
Copa e eleição
Os prefeitos de Porto Alegre, José Fortunatti (PDT), e de Viamão, Valdir Bonatto (PSDB), tentaram faturar politicamente com a chegada da delegação do Equador, a única a ficar no Estado, à Viamão. Mas tanto a festa de chegada, que contou até com trio elétrico, quanto o resort onde a delegação se hospeda são investimentos privados. Cerca de 4 mil pessoas recepcionaram os jogadores na cidade da Grande Porto Alegre.
Audiências
O presidente do São Paulo Carlos Miguel Aidar se reuniu ontem com o prefeito Fernando Haddad e o secretário dos esportes Celso Jatene para discutir as obras do entorno do Morumbi. Na semana que vem, se reúnem com o governador Geraldo Alckmin para tratar do mesmo assunto. As audiências acontecem enquanto a diretoria discute projetos de reforma do Morumbi.
Armistício
Na reunião do Conselho Deliberativo do São Paulo, nesta segunda-feira, baixou muito o tom entre as alas de oposição e situação do clube, após quase um ano de disputas, que atingiram o ápice na eleição de abril. O presidente Carlos Miguel Aidar se disse disposto a pôr em discussão um projeto de opositores relativo à reforma  do Morumbi e recebeu elogios de oposicionistas.
Acesso livre
O ex-vice de futebol do Flamengo, Wallim Vasconcellos, continua com acesso livre à Gávea, mesmo após deixar o clube. Vasconcellos participou na última segunda da reunião do Conselho Gestor. Assim, continuará a ser consultado pelo presidente Bandeira de Mello para certas decisões. O ex-dirigente está disposto a assumir um cargo fora do departamento de futebol, o que depende de Bandeira de Mello.


MaisRecentes

Presidente eleito da Federação Mineira vê clubes de BH no mesmo nível de SP e RJ



Continue Lendo

Del Nero promete solução na segunda-feira para transmissão dos jogos da Seleção



Continue Lendo

Presidente da Ferj tira terceira licença em 2017



Continue Lendo