Na Itália, estádio da abertura não tinha gramado a 14 dias da Copa, diz membro da Fifa



Dirigentes da Fifa falaram nesta quinta-feira, 5, no Congresso da Fifa para a Copa do Mundo do Brasil 2014, sobre a organização do Mundial, que começa em uma semana. O discurso dos membros da entidade máxima do futebol mundial deu a entender que a entidade está tranquila quanto a organização e realização do torneio.

Membro do Comitê Executivo da Fifa, o belga Michel D’Hooge  conversou com a De Prima e relativizou as críticas aos atrasos de obras de estádios e de infraestrutura no Brasil com uma história sobre uma das  Copas do Mundo na qual fazia parte da entidade.

– Essa é  a minha nona Copa do Mundo. Em 1990, na Itália, 14 dias antes do início do mundial,  o Estádio Olímpico de Roma não tinha gramado e os camarotes estavam pela metade. Disse para a minha mulher: se tiver jogo aqui, eu sou o Napoleão. E eu fui Napoleão.  – contou o dirigente à De Prima.

 



MaisRecentes

Detalhe técnico pode impossibilitar obra no campo do clube Everest



Continue Lendo

Mesmo debilitado, Eurico Miranda mostra sua força na política do Vasco



Continue Lendo

Apesar de decisão da Justiça, clubes apoiam Caboclo na CBF



Continue Lendo