Em Brasília, treinadores buscam status de atleta



Mancini

O projeto de lei que busca melhorias trabalhistas para os treinadores foi apresentado ontem na Comissão do Esporte. O texto prevê representação nas entidades, tempo mínimo de contrato de seis meses, pagamento de horas extras em concentrações e jornada semanal de 44 horas. O texto ainda será apreciado pela Comissão do Trabalho antes da do Esporte.

Contrabando
O projeto da Lei dos Treinadores tem artigos que não se referem a eles, mas a jogadores e dirigentes. Tempo de descanso de jogadores, responsabilidade fiscal dos clubes e definição de horários de partidas durante o verão são algumas das demandas do projeto.

Boca grande
No anúncio do 6º relatório de sustentabilidade do Corinthians, o diretor financeiro Raul Corrêa da Silva disse que o clube é o único no mundo que publica esse documento segundo o padrão GRI. Mas, desde 2012, clubes europeus, como o Wolfsburg (ALE), já fazem o mesmo.

Termômetro
O pedido de empréstimo de R$ 90 milhões não deve ser aprovado pelo Conselho Deliberativo do Corinthians como foram os primeiros R$ 350 milhões. Querem explicações sobre como o clube entrou nesse buraco. Mas, se Sánchez entrar de cabeça a favor do pedido, o tom das cobranças vai abrandar.

Desserviço
O Vasco adiantou neste mês, sem avisar, a data de vencimento da mensalidade de uma parcela dos associados (nem todos), pegando-os de surpresa. Não foi a primeira que isso aconteceu. Procurado, o departamento de sócios do clube não atendeu aos telefonemas da coluna.

Sem alarde
O Só Fla, o maior grupo de situação do Flamengo, tem criticado atitudes da diretoria, como o patrocínio da Sky ao time de basquete, por um preço logo abaixo do limite para ter de passar pelo Conselho. Mas as críticas são fechadas, para não dar munição à oposição do clube no Conselho.

Volta do rival
A volta de Fernando Horta ao Brasil no sábado deve aquecer a temperatura da sucessão do Vasco. O presidente da União da Tijuca é visto como o único que pode enfrentar Eurico Miranda na próxima eleição, que deve ser em 28 de julho. Ele tem reunião com outros grupos de oposição.

Nike na Copa
No dia 7 de junho, a Nike abrirá um espaço de entretenimento na Zona Portuária, no Rio de Janeiro, que funcionará aos sábados até o final da Copa. A “Casa Fenomenal” terá capacidade para 1.500 pessoas e terá quadras de futebol, produtos para experimentação, presença de jogadores da marca e atrações musicais

Time do povo
Carlos Miguel Aidar, diz que enquanto for presidente do São Paulo, a política do clube de vender ingressos a preços populares vai continuar. Nas últimas partidas, havia entradas a R$ 10. No Corinthians, a torcida reclamou dos preços do jogo inaugural da Arena Corinthians, que chegam a R$ 400.
De Letra

“O aparecimento de tanto cacique é fruto de um líder fraco, como o Roberto”

Hércules Figueiredo, conselheiro do Vasco, sobre tantos pré-candidatos a presidente.

 



MaisRecentes

Del Nero estava em reunião quando soube de suspensão. E não pode pisar na CBF



Continue Lendo

Ideia de biometria em setor de organizadas não entra em regulamento da CBF



Continue Lendo

Licitação dará destino a direitos da Copa América que eram da Datisa



Continue Lendo