Em Brasília, treinadores buscam status de atleta



Mancini

O projeto de lei que busca melhorias trabalhistas para os treinadores foi apresentado ontem na Comissão do Esporte. O texto prevê representação nas entidades, tempo mínimo de contrato de seis meses, pagamento de horas extras em concentrações e jornada semanal de 44 horas. O texto ainda será apreciado pela Comissão do Trabalho antes da do Esporte.

Contrabando
O projeto da Lei dos Treinadores tem artigos que não se referem a eles, mas a jogadores e dirigentes. Tempo de descanso de jogadores, responsabilidade fiscal dos clubes e definição de horários de partidas durante o verão são algumas das demandas do projeto.

Boca grande
No anúncio do 6º relatório de sustentabilidade do Corinthians, o diretor financeiro Raul Corrêa da Silva disse que o clube é o único no mundo que publica esse documento segundo o padrão GRI. Mas, desde 2012, clubes europeus, como o Wolfsburg (ALE), já fazem o mesmo.

Termômetro
O pedido de empréstimo de R$ 90 milhões não deve ser aprovado pelo Conselho Deliberativo do Corinthians como foram os primeiros R$ 350 milhões. Querem explicações sobre como o clube entrou nesse buraco. Mas, se Sánchez entrar de cabeça a favor do pedido, o tom das cobranças vai abrandar.

Desserviço
O Vasco adiantou neste mês, sem avisar, a data de vencimento da mensalidade de uma parcela dos associados (nem todos), pegando-os de surpresa. Não foi a primeira que isso aconteceu. Procurado, o departamento de sócios do clube não atendeu aos telefonemas da coluna.

Sem alarde
O Só Fla, o maior grupo de situação do Flamengo, tem criticado atitudes da diretoria, como o patrocínio da Sky ao time de basquete, por um preço logo abaixo do limite para ter de passar pelo Conselho. Mas as críticas são fechadas, para não dar munição à oposição do clube no Conselho.

Volta do rival
A volta de Fernando Horta ao Brasil no sábado deve aquecer a temperatura da sucessão do Vasco. O presidente da União da Tijuca é visto como o único que pode enfrentar Eurico Miranda na próxima eleição, que deve ser em 28 de julho. Ele tem reunião com outros grupos de oposição.

Nike na Copa
No dia 7 de junho, a Nike abrirá um espaço de entretenimento na Zona Portuária, no Rio de Janeiro, que funcionará aos sábados até o final da Copa. A “Casa Fenomenal” terá capacidade para 1.500 pessoas e terá quadras de futebol, produtos para experimentação, presença de jogadores da marca e atrações musicais

Time do povo
Carlos Miguel Aidar, diz que enquanto for presidente do São Paulo, a política do clube de vender ingressos a preços populares vai continuar. Nas últimas partidas, havia entradas a R$ 10. No Corinthians, a torcida reclamou dos preços do jogo inaugural da Arena Corinthians, que chegam a R$ 400.
De Letra

“O aparecimento de tanto cacique é fruto de um líder fraco, como o Roberto”

Hércules Figueiredo, conselheiro do Vasco, sobre tantos pré-candidatos a presidente.

 



MaisRecentes

Del Nero promete solução na segunda-feira para transmissão dos jogos da Seleção



Continue Lendo

Presidente da Ferj tira terceira licença em 2017



Continue Lendo

Vasco convive com atrasos salariais, mas mantém ascensão no Brasileiro



Continue Lendo