CBF ignora ações em memória aos 20 anos da morte de Senna



Senna
O Instituto Ayrton Senna procurou a direção da CBF diversas vezes nos últimos meses para fazer ações conjuntas em memória aos 20 anos do aniversário da morte do piloto brasileiro, no próximo dia 1º de maio. A entidade, no entanto, nem sequer respondeu aos telefonemas e e-mails enviados pelo IAS.

Diferentemente da CBF, os jogadores do Corinthians, por exemplo, vão entrar em campo nesta quarta-feira, diante do Nacional, pela Copa do Brasil, cada um com uma réplica do capacete de Senna, que era um corintiano.

Ayrton Senna foi piloto de Fórmula 1 entre 1984 e 1994. Ele ganhou títulos mundiais em 1988, 1990 e 1991.



MaisRecentes

Árbitros da Ferj estão sem receber parte dos pagamentos



Continue Lendo

Fora de São Paulo, Paraná lidera número de visitantes na Arena Corinthians



Continue Lendo

Marca ‘Flamengo’ recebe selo de ‘Alto Renome’ e ganha proteção no mercado



Continue Lendo