CBF ignora ações em memória aos 20 anos da morte de Senna



Senna
O Instituto Ayrton Senna procurou a direção da CBF diversas vezes nos últimos meses para fazer ações conjuntas em memória aos 20 anos do aniversário da morte do piloto brasileiro, no próximo dia 1º de maio. A entidade, no entanto, nem sequer respondeu aos telefonemas e e-mails enviados pelo IAS.

Diferentemente da CBF, os jogadores do Corinthians, por exemplo, vão entrar em campo nesta quarta-feira, diante do Nacional, pela Copa do Brasil, cada um com uma réplica do capacete de Senna, que era um corintiano.

Ayrton Senna foi piloto de Fórmula 1 entre 1984 e 1994. Ele ganhou títulos mundiais em 1988, 1990 e 1991.



  • Esperar o que da dupla Marin/ Del Nero?

  • Esperar o quê da dupla Marin/Del Nero?

  • giancarlo Passamani

    a cbf so entenda de futebol nao de formula 1, espera o que de uma homenagem ao AIRTON SENNA, talvez quando pele morrer pode ser que ela faca alguma homenagem ao pele, se não fizer a FIFA faz, no mundo todo.

    • Tiago Procopio

      Não sei se vcs lembram, mas no dia da Morte do Senna, não teve 1 minuto de silêncio antes dos jogos, teve, por iniciativa dos jogadores e dos clubes ( num domingo de clássicos ), um minuto de silêncio com a bola rolando,num Palmeiras x São Paulo quem parou a bola foi o Zetti, antes de cobrar um tiro de meta..Esperar que agr façam algo ??

    • Paulo Rogério

      Caro Giancarlo Passamani,

      Talvez você seja muito jovem e não tenha ideia do que Ayrton Senna significou.

      Senna foi muito mais do que um piloto de Fórmula 1, ele foi um ídolo, um herói brasileiro. Ele ficou acima de um só esporte, ele será eternamente lembrado com muito carinho e respeito por todos aqueles que lhe acompanharam a carreira, assim sendo, as homenagens deveriam sim fazer parte de todos os eventos esportivos desta semana, não apenas do Futebol.

  • ivan

    esperar o que de Marin e Del Nero,eles não sabem nem fazer um calendário para o futebol brasileiro.

  • Nilson

    A CBF não vai lucrar nada com isso. A “Grobo” vai!

  • ESTRELADOMAR

    se a CBF fosse estirpada do futebol nada ia mudar nesse país,
    a cbf esta pro Brasil como os encapusados estão fazendo manifestações,
    somente baderna, e confusão.
    passou da hora de os clubes se unirem e fazer uma liga nacional, pena que
    eles tem medo da cbf ; o futebol Brasileiro é muito desorganizado entre os clubes,
    uma época tinha o clube dos treze que serio um inicio de poderes fora da cbf , mas um cara de abacaxi pra conseguir um estadio pra abertura da copa conseguiu acabar com o clube dos treze ( uns disem ” cara de abacaxi” outros “cara de torresmo” mas todo mundo sabe quem é;.,

  • Igo

    CBF é suja!! Não merece misturar com a imagem de Senna.

  • Cristiano Almeida

    Chega a dar nojo! Não estamos falando de um esportista qualquer e nem de um corintiano específico. Ele vai além disso tudo. Patriota, o maior esportista que tivemos (até mais que o hipócrita do Pelé), um cara que jamais se fez crescer pelo instituto que criou, onde todos só souberam da grandeza após sua morte… Enfim, um ídolo! Mas como não levará dinheiro aos cofres podres da referida entidade, que é mais podre ainda, cometeram a gafe de sequer responder. Esse é o retrato de um país que não apóia quem deve, mas cobra resultados. Confederação de latrina.

    • Renato Scrholl

      Antes de vomitar asneiras, se informe. O IAS foi fundado em novembro de 1994 ou seja, 6 meses após a morte de ayrton Senna. Quanto ás comemorações, as mesmas deveriam partir da FIA, entidade riquíssima, já que no que depender da cbf, que enriquece com futebol e empobrece os clube, NADA acontecerá.

  • Thiago

    A sigla CBF deveria ser CBV: Confederação Brasileira da Vergonha. FORA DEL NERO/ MARIM

MaisRecentes

Del Nero estava em reunião quando soube de suspensão. E não pode pisar na CBF



Continue Lendo

Ideia de biometria em setor de organizadas não entra em regulamento da CBF



Continue Lendo

Licitação dará destino a direitos da Copa América que eram da Datisa



Continue Lendo