Portuguesa aguarda denúncia do STJD e não descarta desistir de novos jogos da Série B



Lusa
À espera da denúncia oficial do STJD
, que pedirá a exclusão da Portuguesa da Série B do Brasilerão por ter abandonado a partida contra o Joinville, na última sexta-feira, na Arena Joinville, José Luiz Ferreira de Almeida, advogado e novo vice-presidente jurídico da Lusa, conversou com a De Prima na manhã desta terça-feira e explicou a posição do clube paulista no imbróglio.

A procuradoria-geral do STJD denunciará a Lusa baseada no artigo 205 do CBJD, que prevê multa, perda de pontos em favor do adversário e, comprovado prejuízo a terceiros, como outras equipes e torcedores, a exclusão da competição em disputa. O clube responderá também pela infração ao artigo 69, inciso 2, do Código Disciplinar da Fifa. O texto prevê rebaixamento a quem “influenciar o resultado da partida contrariando a ética desportiva”.

Qual será a defesa da Portuguesa contra a acusação do STJD?
Já tenho uma defesa desenhada, mas ainda preciso saber os detalhes da denúncia que o STJD vai fazer. O que posso adiantar é que a nossa defesa será objetiva: a Portuguesa respeitou uma ordem judicial e, por isso, abandonou o jogo contra o Joinville. Ninguém pode desrespeitar uma decisão judicial. Nem o Papa pode ignorar.

Por que a liminar do torcedor da Lusa foi cassada de forma tão rápida?
A CBF, por meio do advogado Carlos Miguel Aidar (novo presidente do São Paulo), disse que a Portuguesa agiu de má-fé ao abandonar o jogo porque sabia que a liminar obtida pelo torcedor  na 3ª Vara Cível do Foro Regional da Penha, em São Paulo, era irregular. Se era irregular, por que a CBF se preocupou e correu para cassá-la logo no dia seguinte? Eles fizeram isso num sábado, no meio de um feriado prolongado. A CBF fez isso para não correr o risco de atrapalhar os jogos do Fluminense e Flamengo na Série A, que têm interesse direto na nossa disputa judicial.
*O STJ decidiu que todas as ações envolvendo a disputa judicial entre Portuguesa e CBF devem ser concentradas na Justiça do Rio de Janeiro.

A Portuguesa pode vir a não jogar outras partidas da Série B caso novos torcedores obtenham novas liminares que venham a garantir o time na Série A?
Claro, vamos respeitar a decisão da Justiça sempre. Sempre que tiver uma liminar favorável, a Portuguesa não vai jogar. É uma questão de direito.

A Lusa vai entrar em campo contra o Santa Cruz, sábado, no Canindé?
Hoje, a Portuguesa está na Série B. Por enquanto, vamos respeitar a Justiça e jogar a partida. Mas isso pode mudar até o fim da semana. Vamos ver.



MaisRecentes

Governo admite que errou em MP que retira recursos do esporte



Continue Lendo

Sem resposta de Zé Ricardo, Milton Mendes entra no radar do Botafogo



Continue Lendo

Novo diretor de futebol do Fluminense, Paulo Angioni tem três nomes para lugar de Abel Braga



Continue Lendo