Qatar corta um terço dos estádios da Copa do Mundo de 2022




O diretor geral do Comitê Organizador Local da Copa do Mundo do Qatar de 2022, Ghanim Al Kuwari  comunicou no domingo, 20, em coletiva de imprensa em Doha, que o país vai deixar de construir quatro dos doze estádios que foram anteriormente anunciados junto à FIFA para o torneio. Desse total, três seriam reformas e nove sairiam da estaca zero.

O dirigente não explicitou os motivos que levaram  ao corte de 50% no número de estádios. Especialistas, porém, afirmaram à agência de notícias Bloomberg que a decisão segue uma reavaliação das necessidades  do evento e também reflete o momento “morno” da economia do Qatar.

O país do oriente médio prevê gastos de 200 bilhões de dólares em infraestrutura para a Copa. Destes, apenas 4 bilhões de dólares são destinados à construção de estádios, valor similar ao gasto pelo Brasil até hoje, estimados pela Controladoria Geral da União (CGU) em R$ 7,5 bilhões.



MaisRecentes

Clube da China deve fazer proposta ao Palmeiras para contratar Deyverson



Continue Lendo

Bittencourt é o primeiro presidente do Fluminense a apresentar dirigentes da base em Xerém



Continue Lendo

Pela primeira vez, desde que assumiu a CBF, Rogério Caboclo participará de um programa ao vivo



Continue Lendo