Flamengo x León ‘perde’ 8 mil lugares por questões de segurança




O duelo desta quarta-feira entre Flamengo e Léon, válido pela última rodada da fase de grupos da Libertadores, no Maracanã, que tem capacidade para abrigar 78 mil torcedores, “perdeu” 8 mil lugares. Cerca de 70 mil ingressos foram colocados à disposição dos torcedores (Flamengo-52.272, León-3.850, cadeiras cativas-4.961, além de camarotes e gratuidades).

De acordo com o Consórcio Maracanã, o “espaço perdido” foi usado para a instalação de grades de segurança e os camarotes fechados. Além disso, cerca de 5 mil ingressos do León não foram colocados à venda, devido à demanda ser baixa por parte dos mexicanos. O repasse desses ingressos ao Flamengo envolveria uma aprovação do Gepe (Grupamento Especial de Policiamento em Estádios).

Como a torcida do time mexicano adquiriu apenas 80 entradas antecipadas, a diretoria do Flamengo tentou disponibilizá-los na última terça-feira. A ideia dos dirigentes é alocar os adversários em camarotes, para que não mude a logística de segurança. A medida, no entanto, foi rejeitada pelo Gepe. Com a sugestão rechaçada, o presidente Eduardo Bandeira de Mello apelou nesta quarta-feira para o novo governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, na tentativa de liberar o local. O clube ainda aguarda a resposta.



MaisRecentes

Fernanda Colombo deixa a arbitragem, lança livro e quer ser comentarista



Continue Lendo

Audiência pública promete pressionar políticos contra MP que retira recursos do esporte



Continue Lendo

Técnico brasileiro Milton Mendes renova mais alta licença da Uefa para técnicos



Continue Lendo