Bom Senso FC não quer debater cotas de TV



BOM SENSO
Nos últimos dias, presidentes de clubes da Série A e B do Brasileirão têm sugerido ao Bom Senso FC a formulação de uma nova proposta de distribuição das cotas da televisão. A liderança do movimento, apesar de entender a necessidade de um debate sobre o assunto, não quer participar desta discussão. O grupo de jogadores segue priorizando as propostas de fair play financeiro e novo calendário para o futebol brasileiro.

Quase lá
Paulo Paixão, preparador físico da Seleção Brasileira, usou os jogadores do Seleção Sub-17 na última semana para testar os equipamentos da renovada sala de fisiologia da Granja Comary. Paixão definiu que as novas máquinas do setor ainda precisam de ajustes.

Radical
Após apresentar uma mudança radical na proposta governamental de renegociação da dívida dos clubes com a União, ontem, em Brasília, o deputado Otávio Leite ouve hoje o que clubes vão dizer a respeito do novo modelo. Para Leite, a sua proposta deve ter “assustado muitos no futebol”.

Pero no mucho
A Bancada da Bola está dividida quanto ao novo projeto de renegociação da dívida proposto pelo deputado Otávio Leite. No que diz respeito à dívida, o grupo já manifestou seu apoio integral. Já em relação à regulação estatal da CBF, rechaça qualquer fiscalização externa da confederação.

Apreciação
A representação de Gonçalo Veronese, do Conselho Fiscal do Flamengo, contra quatro vice-presidentes do clube, acusados de não cumprirem o estatuto, está já com a comissão jurídica de Delair Dumbrosck, presidente do Conselho Deliberativo, que ainda não definiu uma data para reunir os conselheiros para debater o caso.

Revolta
Abílio Borges, presidente do Conselho do Vasco, vê como “atraso violento” a não realização da reunião do dia 2 por falta de quórum para discutir a inclusão de emendas (limitação de mandatos e transparência) ao estatuto. Borges diz que conselheiros pensam que as medidas podem favorecer certos candidatos à presidência.

Obstáculo
A principal barreira para o árbitro gaúcho Márcio Chagas obter o escudo da Fifa em 2015 é a relação ruim entre Francisco Novelletto, presidente da Federação Gaúcha, e José Maria Marin, presidente da CBF. Chagas sonha substituir Paulo César de Oliveira, que se tornou comentarista da Globo.

Capita dos estudos
Após deixar o cargo de diretor de futebol do Bahia em março, o ex-zagueiro William Machado, o Capita, iniciou o curso de Gestão Técnica da Universidade do Futebol. Depois da Copa do Mundo, William quer terminar a graduação em Ciências Contábeis. Resta um ano para ele obter o diploma.

Presença ilustre
Luiz Felipe Scolari, técnico da Seleção Brasileira, vai acompanhar o duelo entre Bayern de Munique e Manchester United, hoje, na Allianz Arena, pela Liga dos Campeões. Ao lado de Parreira e Murtosa, o treinador viu a vitória do Chelsea sobre o Stoke City, pelo Campeonato Inglês, no último sábado.

De Letra
“A CBF não pode prosseguir numa postura autossuficiente e que ignore a base do futebol”
Otávio Leite, deputado federal (PSDB-RJ) e relator do Proforte (projeto de renegociação da dívida), que agora também quer que a CBF se submeta ao Governo Federal.



MaisRecentes

Diretor da Chape compara permanência na Série A a título da Champions League



Continue Lendo

Botafogo sai da lista de clubes formadores da CBF. Coritiba retorna



Continue Lendo

Entidades buscam nome para preencher vaga no Tribunal Antidopagem



Continue Lendo