Próximo presidente da CBF ‘compreende’ Portuguesa na Justiça Comum



 

José Maria Marin (CBF) e Marco Polo Del Nero (FPF)

Ilídio Lico, presidente da Portuguesa, afirmou à De Prima que o atual presidente da Federação Paulista e candidato único à presidência da CBF, Marco Polo Del Nero, se mostrou compreensivo com os motivos que levaram o dirigente da Lusa à decisão de entrar na Justiça Comum.

O encontro aconteceu nesta última segunda-feira, após o Conselho Técnico da FPF, na sede da federação.  Segundo o mandatário da Portuguesa, o objetivo do encontro foi avisar Del Nero sobre a manobra da Lusa contra a CBF.

– Somos amigos, e Del Nero compreendeu a minha decisão, toda a pressão da torcida e da diretoria. Não havia outro jeito a não ser entrar na Justiça Comum – declarou Lico.

Marco Polo Del Nero será homologado presidente da CBF no próximo dia 16 de abril, em eleição de chapa única. Del Nero é aliado político de José Maria Marin, atual presidente da CBF.

Em viagem para o Chile, Marco Polo Del Nero não confirmou a informação. A assessoria de imprensa da FPF também não respondeu às perguntas da De Prima.

Até o momento, a CBF não se movimentou contra a liminar concedida pelo juiz da 43ª vara Cível de São Paulo, que recoloca a Lusa na série A do Campeonato Brasileiro. Tanto o presidente Ilídio Lico quanto o vice-presidente jurídico Orlando Cordeiro também não foram contactados pela CBF.

 



MaisRecentes

Arena da Baixada recebe evento com forças da segurança pública do Paraná



Continue Lendo

Justiça determina que eleição no Volta Redonda tenha urna para sócios ‘sub judice’



Continue Lendo

Sucesso na temporada faz Fortaleza crescer nas redes sociais



Continue Lendo