Pedra no sapato? México quer ser uma “rocha” para o Brasil na Copa do Mundo



image (4)

Héctor González, coordenador técnico da seleção mexicana (à esquerda), ao lado de Paulo Alexandre Barbosa, prefeito de Santos, sub-sede do México na Copa do Mundo de 2014 (Foto: Bruno Andrade)

O principal confronto do Grupo A da Copa do Mundo certamente será Brasil x México, dia 17 de junho, às 16h, no Castelão, em Fortaleza. Apesar de reconhecer o favoritismo da Seleção Brasileira, a comissão técnica mexicana confia na própria qualidade e também no histórico recente para triunfar.

– O Felipão costuma dizer que o México é a pedra no sapato do Brasil. Espero que a gente seja uma rocha (risos). Brasil x México será um grande jogo, com certeza. Temos totais condições de vencer a partida.  Além de confiar na qualidade do nosso time, vamos aproveitar o fato de o Brasil jogar em casa, já que pode existir pressão da torcida em alguns momentos do jogo – declarou Héctor González, coordenador técnico da seleção mexicana, à De Prima.

– O Brasil tem uma grande equipe, mas o México também vai forte para o Mundial. Temos feito um grande trabalho e vamos brigar para garantir a liderança do grupo – complementou.

De 2005 pra cá, Brasil e México se enfrentaram sete vezes. Foram quatro vitórias mexicanas e três vitórias brasileiras. O duelo mais marcante neste período foi a final das Olimpíadas de Londres em 2012. Com dois gols do carrasco Peralta, o México venceu o Brasil por 2 a 1 (Hulk fez o gol de honra brasileiro) e conquistou a medalha de ouro.

HISTÓRICO RECENTE – BRASIL x MÉXICO

2005 – Brasil 0 x 1 México – Copa das Confederações (Hannover/Alemanha)
2007 – Brasil 0 x 2 México – Copa América (Puerto Ordaz/Venezuela)
2007 – Brasil 3 x 1 México – Amistoso (Foxborough/EUA)
2011 – Brasil 2 x 1 México – Amistoso (Torreón/México)
2012 – Brasil 0 x 2 México – Amistoso (Dallas/EUA)
2012 – Brasil 1 x 2 México – Olimpíadas (Londres/Inglaterra)
2013 – Brasil 2 x 0 México – Amistoso (Fortaleza/Brasil)



MaisRecentes

Governo admite que errou em MP que retira recursos do esporte



Continue Lendo

Sem resposta de Zé Ricardo, Milton Mendes entra no radar do Botafogo



Continue Lendo

Novo diretor de futebol do Fluminense, Paulo Angioni tem três nomes para lugar de Abel Braga



Continue Lendo