Pronto para ‘viver ou morrer’, presidente diz que Lusa entra na Justiça comum até sexta



O presidente da Portuguesa, Ilídio Lico, avisou que até o fim desta semana a Portuguesa entrará na Justiça comum, a fim de reaver sua vaga na Série A do Brasileiro, retirada em julgamento do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), ano passado, pela escalação irregular do meia Héverton. Segundo ele, falta apenas um último acerto com o departamento jurídico para definir se a ação será feita na quinta, ou sexta.

– Vamos entrar com certeza, é um fato consumado. Dependo do departamento jurídico para definir se estará tudo pronto para tomar a atitude amanhã (quinta-feira) ou sexta. Tenho apoio total para entrar no clube – afirmou o dirigente em entrevista à DE PRIMA, sem temer uma possível retaliação da CBF.

– Quando você vai para a guerra, vai para tudo, para viver ou morrer, e quando você faz algo, tem que acreditar (de que dará certo) – acrescentou.

A ação na Justiça era algo esperado no clube antes do Carnaval. Desde que o STJD decretou a queda da Lusa – que por consequência salvou o Fluminense do rebaixamento – o clube tentou voltar à elite pela CBF, e até politicamente, mas não obteve sucesso. O fato de o Betim ter tomado a mesma atitude, e obtido assim a vaga na Série C, é um fator de confiança dentro do clube do Canindé.

*Por Thiago Ferri



MaisRecentes

Conmebol anunciará veredito do Flamengo na segunda semana de janeiro



Continue Lendo

Presidência da Primeira Liga fica com o América-MG; vice é do Paraná



Continue Lendo

Botafogo recupera certificado de clube formador da CBF



Continue Lendo