Corinthians pagou comissão a agente de Jadson



 

Conselheiros do Corinthians descobriram que o clube pagou R$ 780 mil de comissão ao agente do meia Jadson, como comissão no negócio que o levou ao clube, em troca do empréstimo do atacante Alexandre Pato.

Os R$ 780 mil correspondem a 10% dos 26 salários de R$ 300 mil que Jadson vai receber nos dois anos que passará no clube – mesmo que ele seja negociado nesse período, o clube não vai receber a parte correspondente ao tempo de contrato não-cumprido.

Os conselheiros, todos de situação, estão revoltados porque julgam que a comissão é indevida – Jadson veio em troca de Pato, que foi para lá por empréstimo – e porque o clube, na visão deles, tentou esconder a comissão. O clube afirma que essa é a prática comum do mercado de futebol, embora alguns diretores ouvidos pelo blog digam em off não concordar com ela.

Eles estão recolhendo assinaturas para provocar a apreciação do caso pelo Cori, Conselho de Orientação e Fiscalização do clube.

Os líderes desse movimento formaram há alguns meses um grupo informal destinado a acompanhar mais de perto as ações da gestão de Mario Gobbi, mesmo ainda se colocando como de situação.

A negociação foi feita por Ronaldo Ximenes, pelo Corinthians, e Gustavo de Oliveira, pelo São Paulo. Os contratos foram redigidos por Luiz Felipe Santoro, pelo Corinthians, e Carlos Ambiel, pelo São Paulo.

 



MaisRecentes

À espera de decisão da Justiça sobre eleição, oposição se movimenta no Vasco



Continue Lendo

Instituto Guga Kuerten consegue captar doações via ‘Clube do Patrocínio’



Continue Lendo

Grupos respeitam luto por Eurico, mas rearrumação política está em curso



Continue Lendo