Palmeiras fecha 2013 com R$ 22 milhões no vermelho



 

 

O Palmeiras fechou 2013, o primeiro ano da gestão de Paulo Nobre, com um déficit de R$ 22,62 milhões, pelo menos o oitavo ano seguido com resultado negativo.

 

O déficit foi registrado em todas as áreas, cujas principais são esportes, social e financeira. Na área social, o prejuízo foi de cerca de R$ 5,5 milhões. Nos esportes, incluindo futebol, foi de R$ 8,9 milhões e na área financeira o resultado ficou cerca de R$ 4,5 milhões negativos

O resultado surpreende porque uma das bandeira do presidente Paulo Nobre foi o saneamento das contas do clube. E, como o Palmeiras disputou a Série B, o clube teria em tese condição de fazer grandes cortes de despesas no futebol. Essas despesas certamente irão subir expressivamente, porque o time está voltando á Série A em 2014.

Desde o segundo ano da administração de Affonso Della Monica (2005-09), o Palmeiras fechou todos os anos no vermelho.



MaisRecentes

Vasco acerta aumento pontual da exposição do Azeite Royal na camisa



Continue Lendo

Especialistas em Direito do Esporte se unem em um novo escritório de advocacia



Continue Lendo

Caso Everest: Diário Oficial publica autorização para licitar nova sede do clube



Continue Lendo