Palmeiras fecha 2013 com R$ 22 milhões no vermelho



 

 

O Palmeiras fechou 2013, o primeiro ano da gestão de Paulo Nobre, com um déficit de R$ 22,62 milhões, pelo menos o oitavo ano seguido com resultado negativo.

 

O déficit foi registrado em todas as áreas, cujas principais são esportes, social e financeira. Na área social, o prejuízo foi de cerca de R$ 5,5 milhões. Nos esportes, incluindo futebol, foi de R$ 8,9 milhões e na área financeira o resultado ficou cerca de R$ 4,5 milhões negativos

O resultado surpreende porque uma das bandeira do presidente Paulo Nobre foi o saneamento das contas do clube. E, como o Palmeiras disputou a Série B, o clube teria em tese condição de fazer grandes cortes de despesas no futebol. Essas despesas certamente irão subir expressivamente, porque o time está voltando á Série A em 2014.

Desde o segundo ano da administração de Affonso Della Monica (2005-09), o Palmeiras fechou todos os anos no vermelho.



MaisRecentes

Novo diretor de futebol do Fluminense, Paulo Angioni tem três nomes para lugar de Abel Braga



Continue Lendo

Fernanda Colombo deixa a arbitragem, lança livro e quer ser comentarista



Continue Lendo

Audiência pública promete pressionar políticos contra MP que retira recursos do esporte



Continue Lendo