Torcida cobra e Santos ganha espaço na final



Sob pressão de torcedores do Santos, o presidente do clube, Odílio Rodrigues cobrou a FPF sobre o pequeno espaço para sua torcida na final da Copa SP e levou uma compensação. O Santos conseguiu aumentar o espaço e também o direito de jogar com o uniforme número 1, todo branco. O Corinthians terá de jogar de listrado, mas terá a maioria dos ingressos.

Nova frente
O advogado Daniel Neves, que obteve uma liminar que manda a CBF anular o julgamento pelo STJD do caso Héverton, vai entrar com ação na Justiça Federal. Em 199, o Gama agiu assim, criou um conflito de competência e levou o caso para Brasília.

Susto
O vice Jurídico da Portuguesa, Orlando Cordeiro de Barros, ficou surpreso com a notícia de que o promotor Roberto Senise Lisboa disse que o clube sabia que o jogador Héverton fora suspenso por dois jogos e assim mesmo o escalou contra o Grêmio. Barros, que assumiu o cargo dias depois do jogo, disse que Senise está errado.

Dia D
Conselheiros da chapa de oposição a Juvenal Juvêncio se reunirão no dia 28 para a redação do relatório sobre as obras do Morumbi. O grupo acusa a oposição de não mostrar todos os contratos, mas a situação diz o contrário. O documento da oposição será entregue no dia 31, prazo final.

Não renovou
O conselheiro do Santos, Orlando Rollo não renunciou ao cargo de vice-presidência regional da FPF em Santos. Rollo apenas não foi reconduzido ao cargo no início do quarto mandato do presidente Marco Polo Del Nero, na segunda-feira. Rollo nega essa versão e diz que renunciou na terça.

Unimed-Rio
Celso Barros acelerará em fevereiro a campanha pela reeleição na Unimed-Rio. A eleição será até 15 de março. Sua bandeira é que os médicos ganham mais do que nos planos concorrente e que a cooperativa é lider no mercado de plano de saúde há seis anos. A principal proposta da oposição é restringir a relação com o Flu.

Super-alvará
O Corpo de Bombeiros do RS analisou ontem a planta do Beira-Rio, que tem 97% de obras concluídas. O Inter quer jogar no estádio no dia 28, pelo Gauchão, com 10 mil torcedores. O clube diz que o ok dos bombeiros isenta o clube de outros alvarás, por ora.

Velhos tempos
O perfil de Eurico Miranda no Twitter bloqueia comentários contrários ao candidato a presidência do Vasco. Um usuário escreveu “se for para ficar igual 2004-08 é melhor nem tentar ser presidente” e foi bloqueado. Quando presidiu o Vasco (2001-08), Eurico barrou de São Januário vários veículos de mídia.

Fim da linha
O meia Felipe, ex-Vasco, Flamengo e Fluminense, já pensa na aposentadoria, que havia descartado em dezembro. O meia só ecebeu proposta para jogar no Qatar, mas não quer sair do Brasil. Procurou o Vasco, que recusou. Nos próximos dias, o atleta, de 36 anos, pode anunciar o final de sua carreira.

De Letra
“Não acredito em novidades. A diretoria só vai apresentar o que lhe convém: histórias e não contratos”

Kalil R. Abdalla, candidato à presidência do São Paulo, sobre evento para explicar aos sócios a obra do Morumbi.



MaisRecentes

À espera de decisão da Justiça sobre eleição, oposição se movimenta no Vasco



Continue Lendo

Instituto Guga Kuerten consegue captar doações via ‘Clube do Patrocínio’



Continue Lendo

Grupos respeitam luto por Eurico, mas rearrumação política está em curso



Continue Lendo