Torcida cobra e Santos ganha espaço na final



Sob pressão de torcedores do Santos, o presidente do clube, Odílio Rodrigues cobrou a FPF sobre o pequeno espaço para sua torcida na final da Copa SP e levou uma compensação. O Santos conseguiu aumentar o espaço e também o direito de jogar com o uniforme número 1, todo branco. O Corinthians terá de jogar de listrado, mas terá a maioria dos ingressos.

Nova frente
O advogado Daniel Neves, que obteve uma liminar que manda a CBF anular o julgamento pelo STJD do caso Héverton, vai entrar com ação na Justiça Federal. Em 199, o Gama agiu assim, criou um conflito de competência e levou o caso para Brasília.

Susto
O vice Jurídico da Portuguesa, Orlando Cordeiro de Barros, ficou surpreso com a notícia de que o promotor Roberto Senise Lisboa disse que o clube sabia que o jogador Héverton fora suspenso por dois jogos e assim mesmo o escalou contra o Grêmio. Barros, que assumiu o cargo dias depois do jogo, disse que Senise está errado.

Dia D
Conselheiros da chapa de oposição a Juvenal Juvêncio se reunirão no dia 28 para a redação do relatório sobre as obras do Morumbi. O grupo acusa a oposição de não mostrar todos os contratos, mas a situação diz o contrário. O documento da oposição será entregue no dia 31, prazo final.

Não renovou
O conselheiro do Santos, Orlando Rollo não renunciou ao cargo de vice-presidência regional da FPF em Santos. Rollo apenas não foi reconduzido ao cargo no início do quarto mandato do presidente Marco Polo Del Nero, na segunda-feira. Rollo nega essa versão e diz que renunciou na terça.

Unimed-Rio
Celso Barros acelerará em fevereiro a campanha pela reeleição na Unimed-Rio. A eleição será até 15 de março. Sua bandeira é que os médicos ganham mais do que nos planos concorrente e que a cooperativa é lider no mercado de plano de saúde há seis anos. A principal proposta da oposição é restringir a relação com o Flu.

Super-alvará
O Corpo de Bombeiros do RS analisou ontem a planta do Beira-Rio, que tem 97% de obras concluídas. O Inter quer jogar no estádio no dia 28, pelo Gauchão, com 10 mil torcedores. O clube diz que o ok dos bombeiros isenta o clube de outros alvarás, por ora.

Velhos tempos
O perfil de Eurico Miranda no Twitter bloqueia comentários contrários ao candidato a presidência do Vasco. Um usuário escreveu “se for para ficar igual 2004-08 é melhor nem tentar ser presidente” e foi bloqueado. Quando presidiu o Vasco (2001-08), Eurico barrou de São Januário vários veículos de mídia.

Fim da linha
O meia Felipe, ex-Vasco, Flamengo e Fluminense, já pensa na aposentadoria, que havia descartado em dezembro. O meia só ecebeu proposta para jogar no Qatar, mas não quer sair do Brasil. Procurou o Vasco, que recusou. Nos próximos dias, o atleta, de 36 anos, pode anunciar o final de sua carreira.

De Letra
“Não acredito em novidades. A diretoria só vai apresentar o que lhe convém: histórias e não contratos”

Kalil R. Abdalla, candidato à presidência do São Paulo, sobre evento para explicar aos sócios a obra do Morumbi.



MaisRecentes

Presidente da Federação Paulista lamenta calendário apertado em 2018



Continue Lendo

Brasileiro de Aspirantes terá ajuda de custo e passagens bancadas pela CBF



Continue Lendo

Galiotte e Modesto em clima de paz: ‘É um dos mais éticos’, elogia o santista



Continue Lendo