Unimed: oposição quer fim da parceria com Flu



Treino do Fluminense

Celso Barros vai ter a concorrência de Cláudio Salles na eleição da Unimed-Rio (Foto: Arquivo LANCE!)

O cardiologista Cláudio Salles, de 49 anos, vai enfrentar o atual presidente Celso Barros (foto) na próxima eleição presidencial da Unimed-Rio. É a primeira vez que Barros enfrentará oposição. Salles, há 13 anos na cooperativa, defende cortar os gastos fora do ramo da saúde, incluindo o esporte, em especial o contrato com o Fluminense, cuja parceria existe desde 1998.

Novo plano
O Beira-Rio só deve ter seu primeiro jogo com carga completa perto do prazo final de entrega do estádio, em 15 de fevereiro. O primeiro jogo do Internacional no local não deve mais ocorrer na abertura do Gauchão, dia 18, mas num amistoso do sub-20, dia 29.

Depois da Copa
Sem realizar grandes investimentos no início de 2014, a diretoria do Corinthians avisou o técnico Mano Menezes que pretende fechar a contratação de ao menos um grande jogador no segundo semestre. A decisão foi adiada porque o clube estudou economizar seis meses de salários, uma vez que o time jogará só o Campeonato Paulista no primeiro semestre.

Detalhes sem fim
Conselheiros do Corinthians preparam pedido ao presidente do Conselho do clube, o desembargador Ademir Benedito, para que ele cobre explicações da diretoria sobre a demora na liberação do dinheiro do BNDES. Faz sete meses que o clube diz que faltam somente detalhes para a liberação.

Sem mudanças
A cúpula do STJD até cogitou a hipótese, mas descartou não realizar mais julgamentos de jogadores às sextas-feiras – como no caso Héverton. Como há jogos também às quartas e quintas, se perderiam três dias por semana, caso a estratégia fosse alterada.

Segundo round
Sócios da Portuguesa preparam novas ações na Justiça comum para anular o rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro. O advogado Yves Gandra Martins, conselheiro do São Paulo e com parentes na Portuguesa, deve ser contratado para emitir parecer pela ilegalidade da queda.

Sem rumo
Faz 40 dias que o promotor Paulo Castilho deixou o cargo de diretor na secretaria de Defesa do Torcedor do Ministério do Esporte e não foi substituído. Sem ele, as ações de combate à violência, que já não iam bem, pararam. O Ministério da Justiça está à frente agora do grupo de trabalho.

Rede social
A Garoto, patrocinadora da Copa do Mundo de 2014 no Brasil, vai reforçar suas ações no Facebook, nos cinco meses que antecedem o Mundial. Na rede social, a marca tem 10 milhões de fãs, em razão de ações como levar 44 garotos para viver um dia de jogador durante a Copa das Confederações, em junho do ano passado.

Caso jurídico
O Flamengo determinou que o departamento jurídico vai cuidar agora do caso do Luiz Antonio, que ontem não se reapresentou com o elenco. Em dezembro do ano passado, o volante foi à Justiça do Trabalho para rescindir o seu contrato, que vai até o fim de 2016. Até agora ele não obteve sucesso.

De Letra
“O Grêmio será um dos poucos do Brasil a iniciar o ano sem débito com atletas”
Rui Costa, diretor-executivo do Grêmio, um dos clubes do país que mais cortou gastos no começo de 2014.



MaisRecentes

À espera de decisão da Justiça sobre eleição, oposição se movimenta no Vasco



Continue Lendo

Instituto Guga Kuerten consegue captar doações via ‘Clube do Patrocínio’



Continue Lendo

Grupos respeitam luto por Eurico, mas rearrumação política está em curso



Continue Lendo