Unimed: oposição quer fim da parceria com Flu



Treino do Fluminense

Celso Barros vai ter a concorrência de Cláudio Salles na eleição da Unimed-Rio (Foto: Arquivo LANCE!)

O cardiologista Cláudio Salles, de 49 anos, vai enfrentar o atual presidente Celso Barros (foto) na próxima eleição presidencial da Unimed-Rio. É a primeira vez que Barros enfrentará oposição. Salles, há 13 anos na cooperativa, defende cortar os gastos fora do ramo da saúde, incluindo o esporte, em especial o contrato com o Fluminense, cuja parceria existe desde 1998.

Novo plano
O Beira-Rio só deve ter seu primeiro jogo com carga completa perto do prazo final de entrega do estádio, em 15 de fevereiro. O primeiro jogo do Internacional no local não deve mais ocorrer na abertura do Gauchão, dia 18, mas num amistoso do sub-20, dia 29.

Depois da Copa
Sem realizar grandes investimentos no início de 2014, a diretoria do Corinthians avisou o técnico Mano Menezes que pretende fechar a contratação de ao menos um grande jogador no segundo semestre. A decisão foi adiada porque o clube estudou economizar seis meses de salários, uma vez que o time jogará só o Campeonato Paulista no primeiro semestre.

Detalhes sem fim
Conselheiros do Corinthians preparam pedido ao presidente do Conselho do clube, o desembargador Ademir Benedito, para que ele cobre explicações da diretoria sobre a demora na liberação do dinheiro do BNDES. Faz sete meses que o clube diz que faltam somente detalhes para a liberação.

Sem mudanças
A cúpula do STJD até cogitou a hipótese, mas descartou não realizar mais julgamentos de jogadores às sextas-feiras – como no caso Héverton. Como há jogos também às quartas e quintas, se perderiam três dias por semana, caso a estratégia fosse alterada.

Segundo round
Sócios da Portuguesa preparam novas ações na Justiça comum para anular o rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro. O advogado Yves Gandra Martins, conselheiro do São Paulo e com parentes na Portuguesa, deve ser contratado para emitir parecer pela ilegalidade da queda.

Sem rumo
Faz 40 dias que o promotor Paulo Castilho deixou o cargo de diretor na secretaria de Defesa do Torcedor do Ministério do Esporte e não foi substituído. Sem ele, as ações de combate à violência, que já não iam bem, pararam. O Ministério da Justiça está à frente agora do grupo de trabalho.

Rede social
A Garoto, patrocinadora da Copa do Mundo de 2014 no Brasil, vai reforçar suas ações no Facebook, nos cinco meses que antecedem o Mundial. Na rede social, a marca tem 10 milhões de fãs, em razão de ações como levar 44 garotos para viver um dia de jogador durante a Copa das Confederações, em junho do ano passado.

Caso jurídico
O Flamengo determinou que o departamento jurídico vai cuidar agora do caso do Luiz Antonio, que ontem não se reapresentou com o elenco. Em dezembro do ano passado, o volante foi à Justiça do Trabalho para rescindir o seu contrato, que vai até o fim de 2016. Até agora ele não obteve sucesso.

De Letra
“O Grêmio será um dos poucos do Brasil a iniciar o ano sem débito com atletas”
Rui Costa, diretor-executivo do Grêmio, um dos clubes do país que mais cortou gastos no começo de 2014.



MaisRecentes

Rodrigo Caetano está por detalhes para fechar com o Internacional



Continue Lendo

Rio de Janeiro sediará final mundial de eSports em novembro. São esperadas 25 mil pessoas



Continue Lendo

Zagueiro Felipe Santana, ex-Atlético-MG, pode ir para o futebol alemão



Continue Lendo