Cruzeiro dá aumento de 28% para Marcelo Oliveira



*Colaboraram Fábio Aleixo e Felipe Bolguese

O técnico Marcelo Oliveira, que acertou ontem a renovação de contrato com o Cruzeiro, vai receber R$ 450 mil/mês em 2014. Ele recebia R$ 350 mil/mês no vínculo antigo. O título do Brasileirão foi o principal trunfo para o treinador ganhar um aumento de 28% no salário. O técnico do Atlético-MG, Cuca, campeão da Copa Libertadores, ainda não renovou.

Bola laranja
Inspirada no Bom Senso FC, a associação de atletas profissionais de basquete negocia com CBB e LNB melhores condições de trabalho. Além do calendário, que nem existe, pede que seja cumprida a lei no que se refere a direitos de arena e relações de trabalho. A AAPB diz que os atletas de São Paulo, em razão do excesso de jogos, sofrem muitas lesões.

Contagem regressiva
O prazo para o BNDES assinar o empréstimo do Corinthians termina em 31 de dezembro. Apesar de o banco dizer que há flexibilidade sobre essa data, ela só será esticada se o contrato estiver próximo da assinatura, o que não ocorre hoje. Faz seis meses que o Corinthians anunciou acordo (não confirmado) com a Caixa.

Fair play
O São Paulo é o único clube que não recebe reclamações sobre atraso de pagamento de agentes. Os clubes do Rio e o Palmeiras são apontados como maus pagadores. Os atrasos estão levando muitos agentes menores a desistir da atividade, concentrando atletas nas mãos dos maiores agentes.

Questão de economia
Com o Ladetec descredenciado pela Wada, a Confederação Brasileira de Atletismo está usando um laboratório do Canadá para fazer os testes antidoping. A CBF usa um laboratório em Los Angeles. Enquanto a CBF envia um portador com os frascos com urina, a CBAt envia-os pelo correio.

Stand by
O Corinthians vai começar na semana que vem a procurar um possível substituto para o diretor adjunto Duílio Monteiro Alves, caso este decida de afastar em 2014. Duílio sofre de fortes enxaquecas, mas resiste a deixar o cargo porque seu superior, Roberto de Andrade, também pedirá licença em janeiro. O nome que vai ficar em “stand by” sairá de reuniões internas da diretoria.

Viúva no telhado
Preocupada em ver o projeto do hotel no Morro da Viúva ir água abaixo, a diretoria do Flamengo tem se reunido quase todas as semanas com a REX, do grupo EBX, para ver como está o andamento dele. Se o projeto não sair, o clube carioca perderá o perdão na dívida de IPTU do prédio, o que pode impactar nas finanças.

Outro lado
O diretor-geral do Vasco, Cristiano Koehler, nega que o clube carioca tenha vendido sua parte nos direitos econômicos do meia Marlone. Disse que há só “especulações” e que o Vasco só vai analisar propostas pelo jogador após o Brasileirão.

Por cima
Gilson Kleina tem em mãos desde a semana passada uma proposta de renovação com o Palmeiras. Mas o treinador, cujo contrato se encerra no fim deste ano, ainda não deu resposta à diretoria. Ele está dando um chá de cadeira na direção depois de a ela ter divulgado na mídia que procurou outros treinadores.

De Letra
“É injusto. Ele (Pelaipe) vai deixar o Flamengo na Libertadores e sair? Quem deveria sair é o Wallim”
Leonardo Ribeiro, líder da oposição do Flamengo, sobre os dirigentes Paulo Pelaipe e Wallim Vasconcellos.



MaisRecentes

Rodrigo Caetano está por detalhes para fechar com o Internacional



Continue Lendo

Rio de Janeiro sediará final mundial de eSports em novembro. São esperadas 25 mil pessoas



Continue Lendo

Zagueiro Felipe Santana, ex-Atlético-MG, pode ir para o futebol alemão



Continue Lendo