Corinthians vê como ‘esdrúxula’ a ideia de criação de torcidas organizadas internas



O Corinthians analisou como um “ato esdrúxulo” a sugestão de Marco Polo Del Nero, presidente da FPF (Federação Paulista de Futebol), de criar torcidas organizadas internas dos clubes a fim de diminuir a violência nos estádios.

A diretoria alvinegra diz que, mesmo sem ter uma “torcida oficial” para tomar conta, ela já tem sofrido e pagado pelos erros dos torcedores de facções uniformizadas que não tem vínculo com o clube.

No Campeonato Brasileiro deste ano, o Timão já foi multado em R$ 80 mil e cinco mandos. Quatro deles devido a briga entre torcedores corintianos e vascaínos no Mané Garrincha, em Brasília. A quinta punição aconteceu por causa de uma garrafa atirada pela torcida no auxiliar, no jogo contra a Portuguesa, em Campo Grande.



  • é um absurdo, olha quem toma conta do futebol…

    • CEA

      concordo, querendo transferir a responsabilidade para os clubes, em 1oo por cento

  • Marcio

    Este Marco Polo Del Nero é uma piada e de mal gosto, para não dizer todos os adjetivos que eu tenho vontade de falar deste câncer para o futebol paulista e brasileiro.

  • joao roberto de chico

    Caraca meu esse é o presidente da FPF, mesmo??pensei que fosse um qualquer, sem noção nenhuma.

MaisRecentes

Ana Paula Oliveira vê árbitro de vídeo como ajuda e confia em bom treinamento



Continue Lendo

Nuzman está inclinado a se explicar na Câmara sobre escândalo



Continue Lendo

CBV visita cidade que pode receber seleções de vôlei nos Jogos de 2020



Continue Lendo