Série B do Brasileirão pode ficar sem TV aberta



*Colaborou Marcio Porto

O Campeonato Brasileiro da Série B poderá não ter TV aberta em 2014. Até o momento nenhuma emissora, incluindo a Bandeirantes, que tem exibido os jogos neste ano, mostrou interesse no torneio. A expectativa é de que o panorama só mude no final do atual campeonato, e o mercado só fique aquecido caso algum clube grande acabe na zona de rebaixamento.

Porto x Felipão
A direção do Porto vê boicote de Felipão contra Alex Sandro, Danilo e Fernando. Mais de um parceiro do clube ouviu essa versão. A causa remontaria a 2003, quando o técnico barrou o goleiro Vítor Baía da seleção e revoltou o presidente portista, Pinto da Costa.

Assumiu
O Flamengo assumiu cerca de R$ 120 milhões em dívidas tributárias, fazendo acordos para obter as CNDs necessárias para fechar com a Caixa. Segundo estudo do Itaú BBA, o clube aumentou suas dívidas bancárias em R$ 52 milhões, de 2011 para 2012. Mesmo assim, teve de recorrer a adiantamento de R$ 121 milhões de receitas de TV.

Falta espaço
O grupo de oposição do São Paulo definiu critério para compor a chapa de candidatos ao Conselho. Quem é ou foi conselheiro terá prioridade sobre quem é bom de voto (segundo critério). Cerca de 150 pessoas almejam entrar na chapa, que tem 120 lugares. A chapa só deve ser definida em março.

Bônus à vista
A Chapecoense prometeu um bicho de R$ 1 milhão pelo acesso à elite do Campeonato Brasileiro. O dinheiro será dividido entre jogadores e membros da comissão técnica. Vice-líder e surpresa da Série B, o time catarinense tem 60 pontos e deve garantir a classificação nas próximas rodadas.

Valorização
O estafe do volante Guilherme, do Corinthians, quer discutir a partir da semana que vem uma extensão do contrato e um aumento salarial para o jogador. Os agentes vão relembrar os casos de Jucilei, Elias e Paulinho, que receberam esse tratamento assim que viraram titulares. O contrato atual vai até o fim de 2017.

Cem dias
Em cem dias na administração do estádio carioca, o Consórcio Maracanã realizou 37 jogos, com público total de 943 mil pessoas (média de 25,5 mil). Do total, pouco mais de 20% entraram de graça. O maior público ocorreu há oito dias, no Flamengo 4 x 0 Botafogo, pela Copa-BR (59.848 presentes).

Último ato
Fernando Solleiro vai fazer hoje seu último ato como presidente do Audax-SP. O dirigente vai representar o clube, vendido para o Grêmio Osasco, na reunião do Conselho Técnico da FPF, quando será aprovada a nova fórmula de disputa. No mesmo dia, ocorrerá o sorteio dos quatro grupos.

Rindo à toa
A recuperação do São Paulo fez o agente Eduardo Uram melhorar sua imagem no clube. Com sete atletas no elenco, Uram foi associado ao mau momento do time. Seus clientes agoras estão em alta, especialmente Aloísio, com seis gols nos últimos três jogos. Antônio Carlos e Maicon são titulares com Muricy.

De Letra
“O CT do São Paulo merece ser cobiçado por diversas seleções”
Carlos Alberto Parreira, coordenador de Seleções da CBF, ontem, durante evento do Comitê Organizador Local da Copa de 2014 no CT da Barra Funda



MaisRecentes

Fernanda Colombo deixa a arbitragem, lança livro e quer ser comentarista



Continue Lendo

Audiência pública promete pressionar políticos contra MP que retira recursos do esporte



Continue Lendo

Técnico brasileiro Milton Mendes renova mais alta licença da Uefa para técnicos



Continue Lendo