Federações cobram da CBF mesada maior



As federações estão cobrando da CBF um grande aumento da mesada que recebem, de R$ 50 mil mensais – na época de Teixeira, era R$ 30 mil. Dizem, à boca pequena, que, se diretores recebem R$ 150 mil por mês, as entidades deveriam receber no mínimo R$ 200 mil/mês. Isso daria R$ 65 milhões ano. A CBF arrecada cerca de R$ 400 milhões por temporada.

Negociação
O Banco Itaú, um dos patrocinadores da Seleção Brasileira, já negocia para renovar a parceria com a CBF. O objetivo é que haja um novo acordo, de mais quatro anos, vencendo em 2018.  O valor do patrocínio atual é de cerca de R$ 33 milhões por ano, durante seis anos.

Apoio
O presidente Mário Gobbi vai embarcar com a delegação do Corinthians para Porto Alegre hoje à tarde. O dirigente alvinegro, que dificilmente viaja com o elenco, fez questão de estar ao lado do time na decisão contra o Grêmio, pelas quartas de final da Copa do Brasil. A ideia dele é também blindar o técnico Tite.

Oriente distante
O plano do Coritiba de captar novos sócios na Turquia por causa da boa fase de Alex, ídolo do Fenerhabce, não obteve sucesso. Lançado em junho, o programa ainda não chegou a 300 adeptos. São duas modalidades: Alex Fans Premium (19,90 euros/mês) e Alex Fans Classic (9,90).

Barca furada
Conselheiros do Palmeiras voltaram ao caso Barcos. Protocolaram no Conselho Deliberativo pedido de reunião extraordinária para explicar a saída do atacante argentino. Pedem acesso a todos os documentos da negociação e comprovação dos valores recebidos pelo clube paulista.

Mudou de barco
Caio Campos, gerente de marketing do Corinthians, vai deixar o cargo em 2014. Braço-direito de Andrés Sanchez na Arena Corinthians, Campos vai assumir de vez as tarefas publicitárias do estádio do Timão. O substituto dele, bem como o do ex diretor Ivan Marques, ainda não foi definido pela presidência alvinegra.

Holofotes
Membros da Abex (Associação Brasileira dos Executivos de Futebol) fizeram uma reunião ontem no Rio de Janeiro para discutir formas de explicar ao mercado as atribuições dos executivos de futebol. O conceito de que a função deles é apenas a de contratar jogadores tem causado irritação.

Revolta
O elenco do Náutico revoltou-se com o presidente Paulo Wanderley, que invadiu o vestiário da equipe no intervalo da goleada sofrida para o Santos, por 5 a 1, sábado, na Arena Pernambuco. Alguns atletas foram acusados de corpo mole pelo dirigente. O Timbu é o lanterna do Brasileirão.

Suspeita
Os presidentes das federações rebeldes dão como quase morta a candidatura de Andrés Sanchez. Pouco conhecidos pelas federações nanicas, Sanchez é visto com desconfiança em razão de sua ligação com os clubes. Temem que, no poder, ele aumente o poder dos clubes, e reduza o das entidades.

De Letra
“A razão pode ser desde desinteresse até esquecimento”
João Henrique Chiminazzo, advogado do Bom Senso FC, sobre o silêncio da CBF ao pleito do movimento



  • vamos Corinthians…

    São sommais 5 jogos para o super campeão conquistar mais um título!

    eu acredito!

    vai Corinthians!!!

MaisRecentes

Diretor da Chape compara permanência na Série A a título da Champions League



Continue Lendo

Botafogo sai da lista de clubes formadores da CBF. Coritiba retorna



Continue Lendo

Entidades buscam nome para preencher vaga no Tribunal Antidopagem



Continue Lendo