São Paulo cede, faz compromisso e entra na Copa São Paulo



O boicote dos clubes deu resultado e o São Paulo enfim recuou. O clube enviou nesta sexta-feira carta à Federação Paulista de Futebol firmando compromisso de não mais tirar jogadores menores de 16 anos da base de outros clubes sem antes negociar com eles. Com, isso vai poder participar da Copa São Paulo de Juniores do ano que vem.

O clube foi acusado de tirar vários jogadores, até mesmo do rival Corinthians. O último caso foi o goleiro Lucão, da Ponte Preta. No clube desde os 12 anos, foi convocado para a Seleção sub-17. Durante os treinos da equipe, no CT de Cotia, ele foi procurado pelos dirigentes do São Paulo e se transferiu. A atitude provocou um novo boicote geral dos clubes contra o São Paulo e desta vez ameaçava a Copa São Paulo, a mais importante do país. Nem a pressão do presidente da FPF, Marco Polo Del Nero, sobre os clubes, acabou com o movimento, que congregou a maioria dos grandes clubes do Brasil, incluindo os quatro do Rio, os dois de Minas, Corinthians, Atlético-PR, Coritiba, Goiás, Sport e Vitória. O Santos se colocou publicamente contra o boicote, embora condenasse a atitude do São Paulo. O Grêmio apoiou o São Paulo.

A carta do São Paulo, assinada pelo presidente Juvenal Juvêncio, foi a resposta a uma reunião entre o clubes e representantes de Corinthians, Ponte Preta, Fluminense e Vitória (BA), há quase duas semanas. Não houve acordo, e o São Paulo representado pelo gerente da base Geraldo e por um advogado, disse que enviaria a resposta diretamente à FPF. Na carta, Juvenal, diz também que vai negociar com a Ponte Preta por Lucão.

O boicote é mais um caso de sucesso do Código de Ética assinado pelos clubes há dois anos. Na época, sob a liderança do então da Seleção Brasileira sub20 Ney Franco, os gerentes de futebol dos clubes das Séries A e B firmaram acordo de não “roubar” jogadores abaixo de 16 anos, os que não possuem contratos de trabalho.

Meses depois, o Atlético-PR quebrou o acordo ao inscrever o atacante Mosquito que havia sido tirado do Vasco por seu agente. O Atlético sofreu boicote, mas depois fez um acordo financeiro com o Vasco e manteve o jogador. Mosquito é a estrela do Campeonato Mundial sub-17, que está em andamento.

Em seguida, o São Paulo foi acusado repetidas vezes e chegou a sofrer boicotes. O clube sempre reagiu a isso dizendo que não se poderia impedir os jogadores de escolher um clube com maior infra-estrutura. O CT de Cotia é considerado o melhor CT de base do Brasil e um dos melhores do Brasil.



  • JAPA

    o jogador escolhe o clube se nao tem contrato nao tem pq pagar

    • RESAHDO

      Tudo bem. Desde que o jogador reembolse o que o clube investiu nele por anos, tudo corrigido e com um aditivo de 300% pela visibilidade, sem problemas.

      • neiton santos

        porque so querem que haja ética nessa situação especifica???

      • eder

        o que os clubes investem? no pao com manteiga? pq nao vejo nenhum investir. se investissem, seria dificil eles irem para o SP.
        tem que pensar melhor entes de ter opniao.

    • baldrez

      Kara…é complicado mais pode se ver que , quem mais reclama são os times do rio que estão quebrados a anos e não tem infraestrutura para manter um jogador …quais são os clubes que maius revelaram jjogadores …SP Santos Atletico mineiro …Gremio…

  • Thiago Mouço

    Pessoal, bela matéria, mas tem um erro no último parágrafo.

    • Cláudio Langa

      verdade…

  • Marco Aurelio

    Que matéria mal escrita. Deve ter sido feita pelo estagiário do cafézinho. O São Paulo nunca esteve fora da Copa São Paulo de juniores, os outros times é que ameaçavam não participar.

    • José

      Claro que estava… Ou a organização da Copa São Paulo de Juniores iria deixar todos os outros times de fora e deixar só o São Paulo… E porque o São Paulo mandaria a carta se estava “garantido”? É óbvio que se não cedesse estava fora.

  • Conheça o Blog que traz informações todos os dias, totalmente atualizadadas.
    2013/10/lista-com-otimos-jogadores-para-o.html

  • Quem perde não é o São Paulo,mas os garotos,que sempre sonha em ajudar a família.
    É igual a política,quem quer fazer alguma coisa, não podem, porque os adversários não deixam,é muito simples, é só os clubes criarem uma contribuição salarial única para maiores de 14 anos e cobrar do Governo um incentivo fiscal,em troca muitos jovem sairão das ruas e etc…!!!etc….!!!

    • Wagner

      Roque, se o São Paulo tem interesse é só pagar. Se o São Paulo usar sua infra estrutura e o Corinthians levar o jogador de graça, vai ser justo? Se não é justo para time grande imagina para times menores.

  • A pessoa chega pra vc te oferece um ótimo emprego numa empresa de nome com uma das melhores estruturas com chances de um belo futuro, e a pessoa ainda é julgada por oferecer isso, tá de sacanagem heim.

    • Wagner

      Então porque o São Paulo achou sacanagem o Oscar sair para um time que estava pagando melhor?

      • o oscar tinha contrato com o sao paulo..

      • SIMÕES

        Wagner: São situações diferentes.O Oscar JÁ tinha contrato em vigor(ele era emancipado),esse Lucão da ponte não era emancipado e portanto não tinha contrato, se tivesse( contrato) a Ponte entraria na justiça e resolveria lá.Infelismente , a lei só reconhece um contrato se fôr maior ou emancipado, no caso dos menores funciona como na varzea, o garoto joga onde quer.O Que precisa é ter uma lei que regule esses casos, senão continuaremos a ter problemas, mesmo porque por trás desses garotos, tem sempre um empresário que determina onde deve jogar o menino.Tudo gira em torno de “dinheiro” !!!

  • Renan

    O São Paulo não respeitou o acordo de cavalheiros entre os clubes pq todo mundo lá é dama.

  • Jeferson

    Querido Arthur. A questao nao eh essa. O mesmo Sao Paulo nao quiz o jogador quando ele tinha 10 anos. Entao ele foi para outro time que o acolheu e investiu nele. Ai o garoto comeca a aparecer e o clube vem e oferece mundos e fundos. E como fica todos os anos que o outro time investiu no menino? Eh ai que entra o acordo de cavalheiro. Isso se chama etica.

  • Wanderlei

    O são paulo não pode ficar fora da copinha.

  • Cardoso

    Boa noite.
    Depois da escravidão, da ditadura, da lei do passe, vivemos isso agora; que eu não tenho nem nome para associar!.Todo cidadão é livre para ir e vir.

  • Fuleco

    istricknante, vixe

  • Zoppa

    Todos dependes de nós. Salve o Tricolor.

  • É a Lei da oferta.

    • RESAHDO

      E da malandragem, própria de políticos iguais aos dos diretores do São Paulo. Qual a profissão do bêbado ??? Político de cabide de emprêgo.

  • Sigis

    teste

  • LUIZ

    espero que a notícia não seja verdadeira. estão escravizando os meninos e o sindicato dos atletas acha normal…

  • Rodrigo Santista

    Como diz o Kajuru: o futebol é um “prostibulo”.

  • Carlos

    Resahdo,concordo com voce.Se não fosse assim seu time teria estádio?

  • Rodrigo T. Matos

    NA MINHA OPINIÃO, É NECESSÁRIO REVER A LEI DO PASSE… E PRINCIPALMENTE PUNIR OS TIMES QUE NÃO PAGAM SALÁRIO EM DIA AOS GAROTOS DAS CATEGORIAS DE BASE. O MAIOR EXEMPLO É O LATERAL-DIREITO FOGUETE, QUE ENTROU COM AÇÃO CONTRA O VASCO PORQUE FICOU TRÊS MESES SEM RECEBER… HOJE ESTÁ NO SÃO PAULO!!!

  • Luciano MOURA

    Acabou a epoca que o SP roubava e nao tinha puniçao!!!

    Aliás acabou o estádio ,será o pior de Sp!!!

    Acabou o time, quase na 2 div!!!

    Juvenal vc é nossa alegria fica mais tempo!!!

MaisRecentes

Diretor da Chape compara permanência na Série A a título da Champions League



Continue Lendo

Botafogo sai da lista de clubes formadores da CBF. Coritiba retorna



Continue Lendo

Entidades buscam nome para preencher vaga no Tribunal Antidopagem



Continue Lendo