CBF usa parceiros para fugir de MP



A CBF está recorrendo a empresas parceiras para não receber diretamente dinheiro público, e com isso não se enquadrar na MP 620, que cria regras de transparência e gestão para as entidades que receberem recursos estatais. Tanto no patrocínio da Caixa Econômica Federal ao futebol feminino, já fechado, como no financiamento das Séries B, C e D, ainda em estudo, os aportes serão feitos à empresas privadas, e não passarão pelo caixa da entidade.

Vida que segue
Fernando Solleiro, atual presidente do Audax-SP, será o responsável pelo projeto que vai administrar a carreira dos jogadores que vão seguir vinculados ao Grupo Pão de Açúcar. Hoje, o grupo tem quase 50 atletas espalhados pelo Brasil e até mesmo pela Europa.

Só na Europa
Pessoas próximas ao atacante Lucas, reserva do Paris Saint-Germain (FRA), afirmam que não existe chance de ele voltar ao Brasil. Mas um empréstimo a outro clube europeu é cogitado, e já há interessados, embora não haja nenhuma proposta oficial. Hoje na reserva, Lucas teme ficar fora da Copa do Mundo de 2014.

Silver tape
Após as desastradas críticas de seus membros ao desempenho de Rogério Ceni nas cobranças de pênaltis, a oposição do São Paulo criou diretrizes para disciplinar o contato com a imprensa. A orientação é de evitar análises técnicas sobre sobre o goleiro-ídolo.

Discórdia
Até o mascote virou motivo de discórdia no Palmeiras. Conselheiros se revoltaram com um concurso lançado pelo clube, para escolher um mascote para o basquete. Defendem que, pelo estatuto, o mascote não pode ser outro que não o periquito. Cogitam até formalizar um pedido no conselho para barrar a promoção.

Preocupação
A Arena Pantanal corre risco não ficar pronta até a Copa do Mundo. Mesmo que escape da impugnação pelo Ministério Público Estadual, o processo de licitação e instalação das cadeiras terá que ser feito em tempo recorde. As outras arenas demoraram cerca de seis meses para concluir o processo.

Raio X
O Ministério do Esporte contratou a Coppe (Pós Graduação em Engenharia da UFRJ) para analisar todos os estádios de futebol do Brasil. Na primeira fase, estão sendo examinados 150, o que corresponde a mais do que todos os times das Séries de A a D e Copa do Brasil. Estrutura e segurança são dois aspectos analisados.

Aliados
Membros do grupo Eu Sou Santos dizem que receberão o cobiçado apoio da ala “financista” do Conselho na eleição de 2014. A ala é formada por executivos de grandes empresas e deu sustentação financeira ao primeiro mandato de Luis Alvaro Ribeiro. O grupo espera apoio de independentes.

Olho na crise
Andrés Sanchez participou da primeira reunião na manhã de ontem no Parque São Jorge para analisar o futuro de Tite no Corinthians. Ele se reuniu por alguns minutos com o presidente Mário Gobbi e o diretor Roberto de Andrade. Horas depois, no CT, a direção bancou a permanência do treinador alvinegro.

De Letra
“O Kalil nem foi eleito e já quer ensinar o Rogério a bater pênalti”
Julio Casares, vice de marketing do São Paulo, sobre o candidato de oposição à presidência



MaisRecentes

Arena da Baixada recebe evento com forças da segurança pública do Paraná



Continue Lendo

Justiça determina que eleição no Volta Redonda tenha urna para sócios ‘sub judice’



Continue Lendo

Sucesso na temporada faz Fortaleza crescer nas redes sociais



Continue Lendo