Juvenal escolhe Aidar para disputar sucessão no São Paulo



O presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, escolheu o ex-presidente Carlos Miguel Aidar para ser o candidato da situação a presidente do clube na eleição de abril. Juvenal fez a escolha depois que dois outros pré-candidatos, Júlio Casares e Roberto Natel, desistiram da disputa em favor de Aidar. O único nome ainda oficialmente na disputa é o do vice-presidente Carlos Augusto “Leco” Barros e Silva, que era o favorito à indicação até um mês atrás.

Na semana passada, Juvenal anunciou que havia aberto mão de escolher o candidato e pediu que Aidar, Natel, Casares e Leco decidissem entre eles. Mas Aidar, dizendo que não havia pedido para ser candidato, recusou a negociação. O ex-presidente, o maior amigo de Juvenal entre os quatro, já sabia que era o preferido do presidente. O afastamento de Juvenal era, na verdade, uma forma de não ter de dizer a Leco, um fiel aliado de mais de 20 anos na política do clube, que ele não realizaria o sonho de ser presidente.

Mas em poucos dias ficou claro o que já estava decidido. Leco não reagiu oficialmente, mas não ficou contente com a situação. Agora Juvenal tentará nos próximos dias convencê-lo a não se separar do grupo – até porque, sem os votos do grupo liderado por Leco, a vitória de Aidar será bem mais difícil.

Carlos Miguel Aidar foi presidente do São Paulo de 1984 a 1988. Assumiu com 37 anos. Na época, seu diretor de Futebol (não havia o cargo de vice de Futebol) foi Juvenal Juvêncio. Em 1988, Juvêncio ganhou a eleição para presidente, mas governou por apenas um mandato. Em 1990, após uma administração muito impopular, perdeu a eleição para o Conselho e em seguida a reeleição para José Eduardo Mesquita Pimenta.

 

 

 



MaisRecentes

Zagueiro Felipe Santana, ex-Atlético-MG, pode ir para o futebol alemão



Continue Lendo

Investimento milionário na Granja Comary incomoda dirigentes de clubes da Série A



Continue Lendo

Cargos de vice-presidentes têm gerado desconforto entre grupos políticos no Vasco



Continue Lendo