Juvenal delega escolha de candidato



O presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, delegou a escolha do candidato à presidência do clube pela situação aos quatro pré-candidatos, em reunião com a diretoria realizada no final da tarde desta quinta-feira. Juvenal definiu como pré-candidatos Júlio Casares, Roberto Natel, Carlos Augusto de Barros e Silva e Carlos Miguel Aidar. Prometeu apoiar e anunciar o escolhido.
Fiscalização
Sócios do São Paulo criaram o Comando de Caça aos Candidatos ao Conselho não São-Paulinos – CCCCSP, em alusão a antigo grupo anticomunista – para vigiar os candidatos ao conselho. O movimento cobra deles fotos de infância comprovando laços com o clube.
Conta salgada
Programas de reconhecimento facial de infratores, testados pela Federação Paulista desde 2012, ainda não têm prazo para serem implementados. O principal obstáculo é o alto custo do sistema, que requer câmeras de alta definição. Uma solução é tentar dividir os custos com os clubes.
Vazio
Pessoas ligadas ao UFC revelam que a organização optou por ângulos de câmera fechados, e evitou mostrar as arquibancadas no evento de anteontem em Belo Horizonte. O objetivo foi mascarar o fraco público presente no Mineirinho. A medida gerou polêmica em fóruns frequentados por espectadores nos EUA.
Resposta
O Corinthians e a Odebrecht, por meio do Fundo Arena, contestaram nesta semana a ação movida pelo Ministério Público visando barrar a concessão dos CIDs à Arena Corinthians. A Justiça já negou um pedido liminar para suspender os julgamentos, e a sentença deve sair no fim do ano.
Convidados
Os quatro grandes paulistas vão se encontrar na semana que vem para falar da reunião contra a Conmebol. Embora a organização tenha dito que os clubes brasileiros foram convidados, a maioria não foi avisada. O presidente do Fla, Eduardo Bandeira, disse que Andrés Sanchez telefonou, mas já tinha compromisso.
Dissidente
Milton Vieira, diretor adjunto e conselheiro vitalício do São Paulo, foi mais um a formalizar a retirada de seu apoio ao grupo de Juvenal Juvêncio no clube. Vieira juntou-se ao ex-vice presidente Ricardo Haddad e aos ex-diretores Kalil Rocha Abdallah e Dorival Decoussau na chapa 2.
Seleção
Não foi por falta de tempo que muitos clubes brasileiros, como Palmeiras, Vasco e Grêmio, não foram convidados para a reunião com clubes sul-americanos no Corinthians, na quarta-feira. O clube sabia há mais de um mês da reunião, que teve como anfitrião o ex-presidente Andrés Sanchez.
Longa data
A relação do Corinthians com o organizador do encontro contra a Conmebol não começou nesta semana. O uruguaio Paco Casal é empresário de Paolo Guerrero (foto), e responsável por cuidar da imagem do jogador peruano. Ele participou de uma série de reuniões no Parque São Jorge sobre o tema.
DE LETRA
“Não fui convidado. Só fiquei sabendo que teve pelo site de vocês”
 Fábio Koff presidente do Grêmio, sobre o encontro contra a conmebol realizado no corinthians na quarta-feira.


  • eduardo

    Andrés anfitrião ? quem era o cara que armou isso era o empresario do Uruguai, se essa corja entrar vai ser muito pior do que a que sair.

  • luiz carlos

    O do gremio nao foi convidado? Não seria por posssivel financiamento das açoes contra o pratrocinio da caixa ao corinthians, depois a ação do emprestimo ao estadio do timao. Tudo isso por retalhação ao fim do clube dos 13, que foi iniciada com o antigo presidente do corinthians e tal advogado promotor das ações nao seria um laranja do sul.

MaisRecentes

Vitória de Mufarrej no Botafogo não significará troca de funcionários



Continue Lendo

Presidente do COB diz que entidade já mudou e pede: ‘Vejam com outros olhos’



Continue Lendo

Corinthians espera premiação do Brasileiro em dezembro



Continue Lendo