Fifa pode multar CBF mais duas vezes



A Fifa pode multar a CBF mais duas vezes por casos de doping. A entidade pediu o envio dos processo do meia Deco e do lateral Michael, ambos apanhados no primeiro semestre. O caso de Michael é o mais grave, uma vez que o exame ocorreu em maio e o caso não foi nem julgado na primeira instância do TRT-RJ. No dia 8, o STJD vai votar se requisita os casos para votá-los diretamente lá.

Sem ajuda
A federação mineira procurou cinco ministros nos últimos meses para tentar renegociar sua dívida, de cerca de R$ 30 milhões. Como a maior parte é com o INSS, a entidade buscou contatos especialmente com a pasta da Previdência. Mas o esforço foi em vão.

Esporte a motor
A Fiat entrou na disputa com a Chevrolet para patrocinar o Campeonato Mineiro a partir de 2014. A Chevrolet, da GM, foi a última parceira da federação, nos dois últimos anos. Antes da concorrente entrar na jogada, o plano da GM era de renovar por apenas mais um ano. A FMF deve escolher o vencedor até outubro.

Sem saída
A diretoria do Santos enfrenta um dilema. Conselheiros exigem que o segundo amistoso contra o Barcelona, no Brasil, seja cancelado para evitar novo vexame. A DIS, entretanto, irá cobrar na justiça parte da multa de 4,5 milhões de euros caso o jogo não ocorra, pela venda de Neymar.

Fora da meta
Com sete meses de existência, o Movimento Por um Futebol Melhor está abaixo da meta em descontos. O programa, idealizado pela Ambev, com dez empresas parceiras, tinha a meta de dar R$ 30/mês de “lucro” a cada torcedor. O valor, porém, é de R$ 10,20 no acumulado desde janeiro.

Reaproximação
Depois da final da Copa das Confederações, no Maracanã, o presidente da Ferj melhorou, pelo menos um pouco, sua relação com a oposição da CBF. Ele havia ficado com a imagem queimada depois de ter aceitado a alguns convites da atual gestão. Alguns cartolas disseram que Rubens Lopes reconheceu que errou.

Suspeito
A diretoria do São Paulo afirma que um sócio chamado Danilo, que é filiado à torcida Independente, foi o responsável pela entrada de membros da organizada no churrasco que acabou em agressão. Conselheiros da oposição e sócios que estiveram no evento negam a versão.

Ex-invencíveis
O UFC não irá renovar o contrato de Roger Gracie, que perdeu sua única luta. Criadora do UFC, a família Gracie, quase imbatível até os anos 90, não repete o sucesso desde que a empresa passou para as mão da Zuffa: foram quatro lutas, com lutadores diferentes, todas com derrotas contundentes.

Sinuca

O presidente do Fluminense, Peter Siemsen, quer mudar o contrato com a Unimed, que acaba no fim do ano. Busca autonomia sobre o dinheiro posto pelo parceiro. Se Celso Barros perder a reeleição em março, um novo chefe da Unimed poderia asfixiar o Flu. Mas Barros já avisou que não aceita mudanças.

DE LETRA
“Se você olhar as finanças, até hoje está entrando receita da minha gestão”
Mustafá Contursi ex-presidente do Palmeiras.



MaisRecentes

Neymar é o alvo do Real Madrid para o lugar de Cristiano Ronaldo, revela jornalista espanhol



Continue Lendo

Volante Gabriel pode deixar o Corinthians e ir para o futebol grego



Continue Lendo

Facebook e Esporte Interativo podem se unir por direitos da Liga dos Campeões no Brasil



Continue Lendo