Clubes em dia questionam anistia



Os clubes sem dívidas fiscais com a União ou que estão em dia com os financiamentos dos débitos pressionam o Ministério do Esporte por algum bônus no Proforte, projeto para abater as dívidas com contrapartidas ainda não definidas. Aldo Rebelo, ontem, disse para alguns dirigentes que cogita criar créditos para estes times, mas não sabe ainda em qual formato.
Bom negócio
No contrato da Itaipava com as arenas Fonte Nova e Pernambuco, a empresa tem 10 datas para organizar eventos: duas são exclusivas e as outras oito têm o lucro dividido com a operadora dos estádios. A cervejaria prevê retorno de ao menos 50% do investimento.
Ponte no Japão
A Ponte Preta cogita fazer amistosos no Japão, nos próximos meses, contra o Kashywa Reysol. A negociação é conduzida com a própria patrocinadora da equipe, a Hitachi, que é dona do time asiático. O plano é que o clube estrangeiro também seja recebido futuramente no Moisés Lucarelli, estádio da Ponte Preta.
Diálogo difícil
O GDF tem encontrado problemas com a Federação Brasiliense. A razão é a dificuldade na comunicação com a entidade para acertar detalhes da partida de domingo, entre Santos e Flamengo, pela primeira rodada do Brasileiro, que será no estádio Mané Garrincha, em Brasília.
Portátil
O aplicativo para smartphones, desenvolvido pela Federação Pernambucana, que permite que torcedores acompanhem resultados e informações do campeonato estadual foi disponibilizado para outras federações. A ideia inicial era cedê-lo gratuitamente, mas a CBF acabou pgando R$ 27 mil.
 Apoio consolidado
A bancada do PSDB na Câmara dos Deputados já sinalizou que apoiará a emenda à medida provisória que pede mudanças na Lei Pelé. O relator do caso, deputado Alfredo Kaefer (PSDB-PR), já disse aos envolvidos que é favorável à medida, que restringe mandato de dirigentes de federações.
Meteórico
Único clube alemão com ações livremente negociadas no mercado de capitais, o Borussia Dortmund se valorizou com o sucesso na Liga dos Campeões da Europa. As ações do clube subiram 23,85% entre janeiro deste ano e o dia 14/5. O lucro em 2012 também foi recorde: 34 milhões de euros.
Outro lado
A diretoria do Palmeiras contesta a versão de conselheiros sobre o patrocínio da Meltex ao basquete do clube. Afirma que a gestão de Arnaldo Tirone acordou com a empresa um repasse de R$ 500 mil a esportes amadores, quitado em setembro de 2012, e que um contrato de R$ 2,5 milhões foi fechado para o basquetebol.
De fora
A Presidente da República Dilma Roussef não vai se envolver na discussão sobre um representante brasileiro no COI. Em resposta a uma carta do advogado Alberto Murray, pedindo a intervenção do governo no debate, o gabinete da presidente respondeu que o assunto será tratado pelo Ministério do Esporte.
DE LETRA
“É cada um com seus problemas, até a letra D. A mesma situação tem que ter efeitos iguais para todos os envolvidos”
Raul Corrêa da Silva, diretor financeiro do corinthians, defendendo a legalidade do acordo fla-caixa.


  • lupuz

    Quais são os clubes que estão em dia,porque não dar a noticia completa ? ACHO QUE É CHUTE.

  • cai \ a flamengo

    • Sonho meu. Sai pr/à lá arco-iris agorento.

  • Luiz Carletti

    Em 2009 a FIFA determinou que fosse inserido cláusula que impedia que clubes inadim-
    plentes com as obrigações fiscais e trabalhistas participassem de campeonatos nacionais.
    Porque até hoje não foi colocado em prática? um clube como o Corintians que há uma década
    não recolhe um real sequer não pode entrar em campo com o mesmo direito que o São Paulo,
    clubes que assinaram com a timemania e não cumpriram o contrato não podem receber verbas
    desta loteria.

MaisRecentes

Vitória de Mufarrej no Botafogo não significará troca de funcionários



Continue Lendo

Presidente do COB diz que entidade já mudou e pede: ‘Vejam com outros olhos’



Continue Lendo

Corinthians espera premiação do Brasileiro em dezembro



Continue Lendo