Secretário do Futebol afirma que projeto das dívidas é só para clubes



Da enviada especial a Brasília.

O secretário Nacional do Futebol do Ministério do Esporte, Antônio Nascimento, afirmou nesta quarta-feira que a versão do governo do anteprojeto do Proforte, que será enviado na semana que vem à Secretaria da Fazenda, não contempla a CBF e as federações estaduais, somente os clubes. Nascimento ressaltou que o processo é democrático, e que todos os envolvidos podem emitir suas opiniões, mas o principal problema em envolver as entidades está nas contrapartidas exigidas:

– No projeto do Ministério do Esporte, confederações e federações não entram.  A gente não acha legal. O grande problema fica nas contrapartidas. Você imagina a CBF abrindo uma escolinha de natação? – questionou.

Parte importante do projeto, que visa reestruturar as dívidas dos clubes, prevê que os abatimentos virão a partir de projetos sociais, abertura dos clubes para as comunidades e esportes olímpicos.  A minuta do documento será enviada na próxima segunda-feira para a Secretaria da Fazenda, onde passará por análise e será devolvida ao Ministério,  que definirá se será uma medida provisória.

Na manhã desta quarta-feira, o secretário Nacional do Futebol tinha ficado surpreso com inclusão da CBF e federações no Proforte, durante a apresentação do anteprojeto no Seminário de Gestão Financeira e Formação de Atletas no Clube de Futebol, organizado na Comissão de Turismo e Desporto da câmara.

Embora o projeto tenha sido discutido com Vicente Candido, vice-presidente da Federação Paulista de Futebol e deputado federal (PT-SP), a inclusão das entidades nunca tinha sido colocada em pauta. Candido posicionou-se a favor da medida:

– Acho que é um processo democrático, está em primeira fase, tem muito o que discutir ainda. Acho a importante a inclusão de confederações e federações, tanto as que tem dívidas como as que não tem, para que possam se planejar financeiramente e também utilizar o fundo, incentivando o esporte olímpico – afirmou.

A FPF teve um resultado positivo de R$ 548 mil em 2012.



MaisRecentes

Pedro Abad pode deixar o comando do Fluminense ainda em 2018



Continue Lendo

Contratação de Felipe Melo pelo Flamengo faz parte de ‘presente de Natal’ pedido por Abel Braga



Continue Lendo

Após confirmação de Valentim em 2019, goleiro Martín Silva deve sair do Vasco



Continue Lendo