Romário diz que Marin não tem coragem de ir ao Congresso



Da enviada especial a Brasília

O deputado federal Romário declarou nesta quarta-feira em Brasília que o presidente da CBF, José Maria Marin, não tem coragem de aparecer no Congresso. Romário afirmou:

– O presidente da CBF aparecer aqui será muito difícil. Seria um ótimo momento, mas ele não tem coragem. Como aconteceu hoje, ele sempre dará uma desculpa. Conhecendo quem ele é, não seria nenhuma surpresa (se não aparecesse).

Romário é um dos opositores mais eloquentes de Marin e é um dos líderes da campanha para que o cartola deixe o Comitê Organizador Local e a Confederação Brasileira de Futebol.

O deputado encampa as denúncias de que Marin teve participação na morte do jornalista Vladimir Herzog, em 1975, em instalações do Exército. Herzog, que era diretor da TV Cultura, morreu após sofrer torturas. Na época, o Exército divulgou que o jornalista tinha se suicidado, mas a versão logo foi desmontada. Recentemente, a família de Herzog recebeu novo atestado de óbito, mudando a causa da morte.



MaisRecentes

Benemérito do Vasco reclama de obstrução da secretaria para regularizar sócio



Continue Lendo

Vasco fecha com novo patrocinador até o final da temporada



Continue Lendo

Tour da Arena Corinthians já recebeu mais de 100 mil visitantes



Continue Lendo