Acuado na CBF, Marin falta a eventos



Pressionado por vários setores da sociedade, o presidente da CBF tem evitado sair a público. A assessoria tem recusado convites e cancelou a participação de José Maria Marin em eventos pelo Brasil. Ele não esteve na inauguração da Fonte Nova, nem em um evento Fifa na Bahia, e tampouco estará no lançamento do Anuário das Seleções, no dia 15. Em um ano de CBF, Marin não faltou a quase nenhum evento e viajava pelo país.

Leilão
A diretoria do Flamengo vai leiloar no próximo mês, três dos seis relógios Hublot, que foram devolvidos recentemente. A renda arrecadada vai ser usada para a construção do CT. Todos os relógios são usados e os três que não vão para a venda ficarão guardados no cofre do clube.

Resposta
A Netshoes nega a acusação de conselheiros de oposição de que há desabastecimento de produtos licenciados do Santos. A empresa afirma que, além das vendas online, oferece os produtos a todas as redes de varejo, e conversa diariamente com a Nike e com a diretoria para atender a demanda. Também diz que a parceria aumentou as vendas.

Devolução de CTs
Vereadores da Comissão de Política Urbana, Metropolitana e de Meio Ambiente de São Paulo pretendem negociar um acordo com o Palmeiras pela devolução do terreno do CT, na Barra Funda, antes do término da concessão em 2078. A ideia é oferecer um terreno em uma região mais afastada da cidade.

Concorrência
Conselheiros de oposição do São Paulo dizem que quem apoia o vice social Roberto Natel a suceder Juvenal Juvêncio se agradou com as críticas à viagem do diretor de futebol Adalberto Baptista, para correr a Porsche Cup. Natel é o preferido de Juvêncio, mas o crescimento de Baptista pode fazer o presidente mudar de ideia.

Vaga aberta
O Liverpool deixou a Adidas no meio da última temporada porque uma nova marca esportiva, Warriors, ofereceu cerca de R$ 80 milhões por ano num contrato de cinco anos, o dobro do que a Adidas pagava. Foi na vaga do Liverpool que o Flamengo entrou como um dos patrocinados top da marca alemã.

Novidades
Uma das marcas da Soccerex no Fórum Europeu, que acabou ontem em Manchester (ING), foi a presença de empresas que estão se lançando. Redes sociais, equipamentos de treinamento, produtos para criança, sistemas de auxílio a contratação de jogadores e até mecanismos financeiros estavam entre elas.

Treinamento
O Governo do Estado da Bahia está treinando ex-craques da região, como Beijoca (ex-Bahia) e Osni (ex-Vitória) para recepcionar os VIPS na Copa das Confederações e Copa do Mundo. Os ex-jogadores receberam aulas de inglês, espanhol, e foram orientados sobre como receber as pessoas, entre outras.

Nova profissão
Aos 62 anos, o ex-craque Kevin Keagan decidiu tentar a vida como pequeno empresário. Ele desenvolveu equipamento para treinamento de jogadores que consiste em chutar a bola numa tela com LEDS que acendem e ou apagam a cada impacto. Na Soccerex, ele mesmo atendia os interessados no produto.

De Letra
“Os jogadores brasileiros perderam a mística. Na minha época, não os víamos jogar. Depois que vieram para a Europa, viraram humanos.”
Kevin Keagan
, craque da Inglaterra nos anos 70 e 80



MaisRecentes

‘Rainbow Six Pro League’, no Rio de Janeiro, neste fim de semana, terá premiação milionária



Continue Lendo

Superintendente garante que não há obstáculos para construir no campo do Everest



Continue Lendo

Detalhe técnico pode impossibilitar obra no campo do clube Everest



Continue Lendo