Clubes armam boicote contra S. Paulo na base



Os clubes do futebol brasileiro devem decidir por um boicote contra o São Paulo, por aliciamento de jogadores da base. O clube é acusado de “roubar” dois jogadores da Ponte e um do Corinthians. O Tricolor nega, mas os gerentes da base que fizeram o código de ética que chegou a punir o Atlético-PR em 2012 deram uma semana para que o clube se explique ou chegue a um acordo com os clubes reclamantes.

Balanço
O presidente do Conselho Deliberativo do Botafogo, José Luiz Rolim, avisou que não será votado o balanço de 2012 da Companhia Botafogo, empresa ligada ao clube. Só contas do clube de 2012 passarão pelo crivo no fim deste mês. Rolim disse, no entanto, como a companhia pertence ao clube, suas contas podem ser examinadas pelos conselheiros.

Caixa
O Corinthians vai recorrer na Justiça Federal do Rio Grande do Sul contra a decisão que suspende os pagamentos da Caixa. O clube aponta que até os clubes do Estado são patrocinados por banco estatal. O clube não descarta pedir uma correição parcial no caso, para que o processo seja examinado por outro desembargador.

Negado
O Tribunal de Justiça de São Paulo negou o recurso do Ministério Público pedindo a suspensão das atividades da Gaviões da Fiel. Apenas um desembargador foi a favor do pedido, mas foi voto vencido. Os outros dois negaram provimento, permitindo por 2 a 1 que a torcida continue atuando normalmente.

Marca do pênalti
A Arena Pantanal, de Cuiabá, corre risco de não ficar pronta para a Copa de 2014. Uma das três construtoras vai deixar a obra, porque está em dificuldades financeira. Nos últimos oito meses, a obra avançou 15% e ainda faltam 38%. O custo da arena já subiu mais de 50% em relação ao preço acertado na licitação.

Renda zero
Os dirigentes do Flamengo querem reunir os clubes grandes do Rio para rediscutir a política de preços de ingressos e de descontos do borderô, fixada pelo presidente a Ferj, Rubens Lopes. O Flamengo foi o clube com maior renda líquida no Estadual, R$ 500 mil. O saldo do Fluminense foi de apenas R$ 6 mil.

Homem de confiança
O novo coordenador executivo das categorias de base do Palmeiras, Erasmo Damiani, é mais uma indicação do diretor executivo José Carlos Brunoro. Apesar ter recebido carta branca da diretoria, Damiani terá seu trabalho fiscalizado por dois diretores estatutários, ambos do grupo de Mustafá Contursi.

Outro lado
O governo do Rio contesta que o Maracanã possa sofrer troca de gramado entre a Copa das Confederações e a Copa do Mundo. Diz que o gramado foi plantado segundo as normas da Fifa, em Saquarema, a cerca de 200 km do Rio. Mas desde o início a Fifa cobrou de todos os estádios plantio local.

Muro
Até homenagem no muro do CT vira assunto para o Conselho Deliberativo do Santos. Conselheiros devem discutir quem terá o retrato pintado no lugar de PH Ganso. Alguns propõem um ex-jogador ou outra pessoa ligada ao futebol. E há pedidos por Chorão, vocalista do Charlie Brown Jr., morto há uma semana.

DE LETRA
“O clube não está tendo mentalidade profissional. Os erros continuam. O clube não está aberto a novos sócios, casos típicos de nepotismo. O Vasco tem é profissionais remunerados”, Leonardo Gonçalves, presidente da Cruzada Vascaína, grupo de oposição.



MaisRecentes

Oposição se enfurece com Bandeira de Mello e pode pedir a sua exclusão do Flamengo



Continue Lendo

Luiz Felipe Scolari pode ter contrato estendido até 2022 e depois virar manager



Continue Lendo

CBF deve se reunir com clubes para falar de manifestações políticas



Continue Lendo