Perto de completar dois meses, programa de sócio-torcedor da Brahma ainda engatinha



Ambev aposta em maior comunicação e aumento nos descontos para massificar programa de sócio-torcedor

Promessa para revolucionar o futebol, o movimento encabeçado pela Brahma para dar vantagens aos sócios torcedores ainda não pegou. A reportagem do LANCE! percorreu alguns dos estabelecimentos credenciados no Rio de Janeiro e em São Paulo. Funcionários e consumidores praticamente desconhecem o programa.

Lançado no dia 14 de janeiro, o Movimento Por um Futebol Melhor reúne 15 clubes brasileiros, de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Bahia. São nove empresas parceiras até o momento: Ambev, Bradesco, Burger King, Netshoes, Danone, Sky, Pepsico, Seara e Unilever. Juntas, oferecem preços especais em quase 300 produtos e serviços para os torcedores cadastrados.

Nas redes de supermercados visitadas no Rio de Janeiro, o movimento está mais divulgado. Já em São Paulo, o cenário é menor animador. Com pouca publicidade, a procura por produtos com descontos ainda acontece com rara frequência.

– A gente sente falta de alguém aqui da Ambev para explicar o programa para os consumidores. Como tem baixa procura, os nossos funcionários continuam sem saber o que é. Só vai melhorar quando tiver mais publicidade. – comentou o gerente Carlos Lemos, do Extra da Av. Ricardo Jaffet, no Ipiranga.

A percepção da pouca popularização do movimento é também sentida pela Ambev. Segundo a empresa, até agora, em quase dois meses de funcionamento, apenas dez mil pessoas usaram os descontos disponíveis.

Com a missão de massificar o programa, a empresa foca sua estratégia em comunicação e prepara novas iniciativas.

– Na próxima semana a gente vai ter um novo enxoval nas redes, com um espaço logo na entrada dos supermercados para os consumidores acharem informações. Ao mesmo tempo, vamos levar informativos para colocar nos caixas, para que os funcionários também saibam. Em abril, vamos levar uma carreta para as ruas. – contou Ricardo Roza, gerente de marketing da Ambev.

Embora a companhia de bebidas seja a idealizadora, todos os parceiros têm a responsabilidade de promover o Movimento Por um Futebol Melhor. Na última “reunião de condomínio” (como eles chamam o encontro mensal entre todos os parceiros), as expectativas foram alinhadas. A aposta do grupo é de aumentar os descontos em alguns produtos, para impactar o consumidor/torcedor.

– Não tem motivo para a gente não escolher produtos de apelo para baixar o preço e dar uma movimentada maior. Se a gente faz isso, gera atratividade e o valor é baixo para a gente desembolsar, já que a procura ainda é pequena. – afirmou Roza.

Em geral, os produtos são ofertados com abatimento de 5 a 10%. A partir da próxima segunda-feira, os refrigerantes da Ambev (Soda, Guaraná e Sukita), por exemplo, terão uma diminuição maior, sendo vendidos com R$ 0,50 de desconto.

Apesar dos pontos baixos, esse primeiro momento já era esperado pela empresa. Por outro lado, Ricardo Roza diz que o engajamento dos clubes e a procura de outras empresas querendo entrar no programa mostram que o movimento está no caminho certo.

Cruzeiro lidera fidelização de novos sócios em 2013

O Cruzeiro triplicou o número de adesões ao programa de sócio torcedor. Foi o que mais se destacou entre os clubes que participam do movimento da Ambev. Começando o ano com pouco mais de sete mil sócios, o clube chegou em março com 21.075 adimplentes.

– O fato de ter o Mineirão de volta fez a gente dar esse salto. Vamos crescer mais. A gente ainda não consegue sentir os resultados do Futebol Melhor, está muito no início. – afirmou Bernardo Mota, coordenador do programa de sócio torcedor do Cruzeiro.

O São Paulo também teve crescimento considerável. Depois de reformulações com a oferta de novas modalidades para sócios, o clube conquistou mais de dez mil novas adesões até agora (veja a tabela abaixo).

– O programa está muito no começo. Essas pessoas novas estão interessadas em ingressos. Focamos o programa da Ambev para torcedores de fora do estado. Um exemplo é que tínhamos 50 sócios no Rio de Janeiro, agora temos 90. Esse é um reflexo, mas ainda muito pequeno. – explicou Roberto Natel, responsável pelo setor de sócios do São Paulo.

O terceiro clube com melhor desempenho foi o Fluminense, com cerca de 2400 novos fidelizados.

– O lançamento não foi em um momento de mercado aquecido. Tempo de férias, com campeonatos começando. Tirando esses fatores, tem tudo para se consolidar. Mas não tenho a pretensão de contar com o movimento para alavancar novos sócios, mas sim para mantê-los. – disse Idel Halfen, diretor de marketing do Fluminense.

O Flamengo está reformulando o seu programa de sócios. Ainda não há prazo para recomeçar.

Segundo balanço da Ambev, antes do movimento ser lançado, os quinze clubes participantes acumulavam 157.793 sócios torcedores adimplentes – o programa considera apenas os sócios titulares. Até agora, o crescimento foi 18%, chegando ao número de 185.794, no total.

neus0861

Como funciona

Clubes participantes: Corinthians, Palmeiras, São Paulo, Santos, Ponte Preta, Portuguesa, Cruzeiro, Atlético-MG, América-MG, Fluminense, Vasco, Flamengo, Botafogo, Bahia e Vitória.

Como usar os descontos: basta virar sócio torcedor do clube e procurar as lojas credenciadas. Não é necessário fazer nenhum cadastro com a Ambev. Nos supermercados, o CPF deve ser informado antes da compra.

Saiba mais: www.porumfutebolmelhor.com.br.

 

* Contribuição de Letícia Tavares.



MaisRecentes

Na torcida por Cristiano Ronaldo, atacante João Carlos estará no banco do Flu neste sábado



Continue Lendo

Bioquímico que defendeu Guerrero pede que processos não sejam “inquisição moderna”



Continue Lendo

Palmeiras pode receber proposta pelo lateral Victor Luis



Continue Lendo