CBF oculta sua ‘casa oficial’ para a Copa-13



A CBF está fazendo segredo sobre a “Casa da CBF” que será instalada no Recife, durante a Copa das Confederações. Segundo a Federação Pernambucana, o anúncio ocorrerá nos próximos dias, e a inaugura- ção, em maio. Todo o custo será bancado pela CBF, que não nega a existência do projeto, mas se nega a comentá-lo. O objetivo da casa é de divulgar o Brasil, usando atletas e artistas brasileiros para atrair estrangeiros ao local.

Pela culatra
O acordo que o presidente do Vasco, Roberto Dinamite, fez com Romário irritou alguns de seus diretores, que podem sair. Após negar a dívida em altos brados por vários anos, o Vasco decidiu por um acordo, na terça-feira, e terá de pagar 120 parcelas de R$ 150 mil, com uma salgada multa se atrasar por mais de 120 dias.

Balanço
O presidente do Conselho Deliberativo do Flamengo, Delair Dumbrosck, vai criar no dia 4 a comissão de inquérito sobre o balanço de 2011. No mesmo dia, Dumbrosck terá reunião com uma empresa de auditoria. Membros da antiga gestão tentam regularizar o balanço e já articulam um recurso contra a reprovação.

Olho na base
O novo diretor de administração e planejamento do Vasco, Miguel Gomes, vai chamar o diretor da base, Mauro Galvão, e o diretor de Futebol, Renê Simões, para formatar um plano de ação para a base do clube. A meta é aumentar o rendimento do departamento, que está sob críticas há vários anos. Há um ano, um garoto morreu durante um treino.

De nó em nó
Após a redução de uma penhora em 90% para R$ 1 milhão, a diretoria do Vasco vai tentar negociar com a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional o desbloqueio de outra, de R$ 50 milhões, oriundos da verba da TV Globo. Os dirigentes esperam parcelar o pagamento das dívidas e assim aliviar o caixa do clube.

Alambrado
A Gaviões da Fiel pleiteia junto ao Corinthians o acesso a 10% dos ingressos na futuro estádio de Itaquera. Mas o plano do clube é deixar a torcida num local menor, para, ao final da Copa de 2014, manter o estádio sem grade de separação entre a torcida e o campo. A diretoria pretende até educar os torcedores contra invasões.

Outra jurisdição
O Ministério Público de São Paulo não vai incluir nenhuma menção à morte de Kevin Espada no processo contra a Gaviões. O processo pede a suspensão das atividades da torcida organizada devido ao risco de morte causado por atitudes de seus membros. O MP decidiu deixar a morte do boliviano de fora porque o incidente ocorreu fora do Brasil.

Outro lado
O Palmeiras nega que o presidente Paulo Nobre tenha levado, no jatinho que fretou, 12 convidados ao jogo contra o Libertad, no Paraguai, ao contrário do publicado ontem nesta coluna. Diz que levou apenas quatro, todos diretores. Mas o clube, por meio da assessoria de imprensa, se nega a revelar os nomes desse quarteto.

Sossego
A diretoria do Santos por ora não faz muito caso das críticas a Muricy. A visão é que no ano passado, o time também começou muito mal, mas depois se acertou e venceu o Campeonato Paulista e a Recopa Sul-Americana. Aposta que, se o time vencer o Corinthians amanhã, as críticas desaparecerão.

DE LETRA
“Vamos lutar pelo fim do chapão. Precisa acabar. Até o Andrés já disse que o estatuto precisa mudar e tirar o chapão”
Osmar Stábile, conselheiro de oposição do Corinthians, a favor das eleições individuais de conselheiros.



MaisRecentes

Final da Libertadores desperta interesse do espectador brasileiro e audiência explode



Continue Lendo

Pedro Abad pode deixar o comando do Fluminense ainda em 2018



Continue Lendo

Contratação de Felipe Melo pelo Flamengo faz parte de ‘presente de Natal’ pedido por Abel Braga



Continue Lendo