Vasco usa dinheiro da ‘fome’ para segurar Dedé



O Sindeclubes entregou parte da verba da Eletrobras, que a Justiça mandou liberar para pagar funcionários do Vasco que estariam passando fome para o clube pagar dois meses de direitos de imagem de Dedé. O dinheiro, que deveria ser usado exclusivamente para pagar quatro meses de salário aos funcionários, foi desviado de função a pedido da diretoria do Vasco. Dedé nem é ligado ao Sindeclubes – o seu é o dos atletas.

Intenção
Logo que venceu a eleição para presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira enviou um ofício para o Governo do Rio se candidatando a administrar o Maracanã. Ainda não há a confirmação de resposta, mas, internamente dirigentes mostram-se insatisfeitos pelo governo não ouvir os clubes sobre o rumo do estádio.

Museu a perigo
O Museu do Flamengo subiu no telhado. Os R$ 2,4 milhões que haviam sido negociados com a Adidas para terminar o projeto não estão “carimbados” no contrato e serão usados para outra finalidade. A obra civil do museu está pronta mas ainda faltam as instalações. O clube a partir de agora passa a procurar nova fonte de receita.

Sem chance
A Eletrobras desmentiu diretores do Vasco e descartou negociar novo contrato de patrocínio, inclusive para a manga da camisa. O único ponto a definir é até quando a marca ficará exposta no uniforme. A assessoria da estatal afirmou que o seu marketing vai concentrar os patrocínios no basquete.

Crítica
A saída de Marcelo Guimarães do departamento de Marketing do Botafogo gerou críticas ao presidente Maurício Assumpção, mas seus aliados dizem que a razão da demissão foi descumprimento de metas. Apesar de algumas ações que atraíam mídia, Guimarães não estava conseguindo gerar receitas.

Celular
A TIM está negociando com a Brahma para entrar no programa de sócio torcedor da empresa de cervejas, lançado recentemente. As duas companhias tem reunião marcada para esta semana. O “Movimento por um futebol melhor” conta com diversos parceiros, mas não há nenhuma operadora de celular envolvida até o momento.

Saúde
O deputado federal Romário (PSB) será o coordenador do evento brasileiro do Dia Internacional das Doenças Raras. Ele lidera movimento que cobra políticas públicas para o diagnóstico e tratamento dessas doenças. Romário é pai de uma portadora da Síndrome de Down, que está entre essas doenças.

Insistência
A tentativa do Ministério Público de paralisar as obras da Arena Palmeiras, divulgada no Diário Oficial de ontem, já é a terceira. As outras duas não tiveram sucesso por dificuldades na comprovação de irregularidades. A WTorre, responsável pela obra, decidiu se calar por considerar que “não há nenhuma novidade”.

Boleiragem
A festa do aniversário de 21 anos de Neymar lotou uma casa noturna com capacidade para 1500 pessoas. Com público 75% feminino, o evento contou com jogadores e celebridades da música e televisão. O prefeito de Praia Grande, que cedeu a Neymar um terreno para sua ONG, representou a ala política.

DE LETRA
“De todas as porcarias que assolam esse país, essa é mais uma. Isso não tem eira nem beira. Não existe nenhum risco de parar a obra”, Sérgio Pellegrini, conselheiro do Palmeiras, sobre a tentativa do MP de paralisar as obras da Arena Palmeiras.



MaisRecentes

Final da Libertadores desperta interesse do espectador brasileiro e audiência explode



Continue Lendo

Pedro Abad pode deixar o comando do Fluminense ainda em 2018



Continue Lendo

Contratação de Felipe Melo pelo Flamengo faz parte de ‘presente de Natal’ pedido por Abel Braga



Continue Lendo