Palmeiras só terá orçamento no meio do ano



Por falha do ex-presidente Arnaldo Tirone, o Palmeiras está vivendo sem orçamento.E só terá um no mês de junho. Em reunião extraordinária nesta segunda-feira, o COF acordou com o presidente Paulo Nobre um prazo de quatro meses para apresentação do orçamento. Durante o período, uma comissão de três cofistas vai acompanhar o fluxo de caixa do clube. Tirone disse que não teve tempo para fazer um orçamento porque estava negociando patrocinadores.

Castelo de areia
Apesar de estar apalavrado com a gestora do Castelão, o Fortaleza ameaça não mandar suas partidas no estádio. Com os ingressos estipulados em 30 reais, o clube precisa manter uma média de público de 30 mil pagantes. Caso o clube desista do acordo, a gestora deve compensar a perda de receita com shows e eventos.

Novas dívidas
Três anos depois da posse de Luis Alvaro Ribeiro, o Santos continua a descobrir novas dívidas das gestões anteriores. Atualmente, o clube gasta R$ 2 milhões mensais para pagar os débitos do passado. Se não houver mais nenhuma grande “surpresa”, o Santos quitará essas dívidas no fim de 2016.

É mais embaixo
Diretores de clubes que obtiveram as Certidões Negativas de Débito para voltar a ter relações comerciais com entes públicos se surpreenderam com o prazo de três meses que o Flamengo fixou para se regularizar. Citam os exemplos de Santos e Corinthians, que levaram mais de dois anos nesse processo.

Acordo em risco
O conselheiro do Palmeiras Márcio Papa ligou para seus pares afirmando o desejo de concorrer à presidência do Conselho Deliberativo. Caso saia candidato, Papa, que já ocupou o cargo na gestão de Mustafá Contursi, pode colocar em risco a eleição de Antonio Augusto Pompeu de Toledo, quer era considerada quase certa no clube.

Blindado
A Under Armour, fornecedora de uniforme de Michael Phelps, Tottenham (ING) e boa parte do UFC, começa a operar no Brasil neste ano. Uma das metas da empresa, entre as cinco maiores do mundo no ramo, é patrocinar um clube da Série A. O presidente mundial é Charlie Maurath, ex-presidente da Adidas na América Latina.

Fora do páreo
O membro do comitê de gestão Pedro Nunes Conceição disse ao presidente do Santos, Luis Alvaro Ribeiro, que não será candidato a presidente do clube, em 2014. Ribeiro, que está no último mandato, surpreendeu-se uma vez que nem havia feito pergunta. E considera que esse assunto está esclarecido.

Esclarecimento
O presidente do Conselho Fiscal do Botafogo, André Silva, diz que, ao contrário de nota publicada ontem nesta coluna, recebeu todos os balancetes de 2012. Silva criticou o membro da oposição no CF, dizendo que ele faltou a várias reuniões e que no orçamento de 2013 votou de forma divergente no CF e no Conselho Deliberativo.

Persona non grata
O Conselho de Orientação e Fiscalização do Palmeiras (COF) orientou o presidente Paulo Nobre a não contratar o atacante Kléber, do Grêmio. Além dos altos valores envolvidos na negociação, parte dos cofistas se revoltou com a potencial contratação, já que o jogador saiu de forma conturbada do clube em sua última passagem.

“Ressuscitar defunto (sic) é complicado. O Papa foi presidente do conselho durante a ditadura. A ala mais nova não vai querer nem ouvir”, Wlademir Pescarmona, conselheiro do Palmeiras referindo-se ao seu colega de Conselho Deliberativo Marcio Papa e à época em que Mustafá Contursi presidiu o clube (1993-2005).



MaisRecentes

Após confirmação de Valentim em 2019, goleiro Martín Silva deve sair do Vasco



Continue Lendo

Arena da Baixada recebe evento com forças da segurança pública do Paraná



Continue Lendo

Justiça determina que eleição no Volta Redonda tenha urna para sócios ‘sub judice’



Continue Lendo