São Paulo ainda não sabe quanto custará a Arena Tricolor



Quase 14 meses depois do prazo para o início da obra da Arena Tricolor, o São Paulo ainda não sabe quanto ela custará. A Arena Tricolor é o nome que se dá a um espaço de shows que usará 25 mil lugares do Morumbi e exige a construção de uma cobertura para todo o estádio. Com o teto, o custo passará dos R$ 300 milhões. Só depois de fechar o orçamento é que se definirá a forma do financiamento e por quantos anos a gestão será terceirizada.

Primeiro passo
O vice de reestruturação da dívida do Flamengo, Carlos Langoni, trabalha para que ainda neste ano o clube atraia um parceiro que crie uma empresa para captar investimentos para o futebol. Como no modelo do Santos, essa é a primeira etapa para criar um fundo de investimento, mais complexo e regulado pela CVM.

Na porta do paraíso
Se a presidente Dilma Rousseff ainda não quer papo com o presidente da CBF, José Maria Marin, há outro presidenciável que pensa diferente. O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, convidou Marin e seu inseparável vice Marco Polo Del Nero a passar um fim de semana na paradisíaca Fernando de Noronha.

Rapto dos cebolões
O Flamengo já sabe com quem estão os dois relógios Hublot que ainda não foram devolvidos ao clube. Ambos receberam em sorteios internos. Alguns conselheiros tentam convencer esses posseiros a devolvê-los, para que evitem o vexame de passar por investigação pública no Conselho Fiscal e no Conselho de Administração. Por ora, ambos resistem.

Preenchendo espaços
O grupo de Mustafá Contursi lançou candidato a vice do Conselho Deliberativo do Palmeiras. Será o conselheiro Helio Esteves. Apesar das vitórias em quase todos os pleitos neste ano, o grupo de Contursi continua mobilizado para impedir que conselheiros considerados “inimigos” consigam qualquer cargo.

150 mil
O Corinthians pretende chegar a 150 mil sócios-torcedores adimplentes até o final da construção da sua arena. Para alcançar a meta, dado que o estádio quase não consegue comportar mais sócios, a diretoria quer usar o elenco corintiano para fazer promoções em pontos de vendas credenciados no programa da Brahma.

App Store
As federações do Nordeste vão lançar aplicativos para celulares. Com eles, o público terá acesso a notícias e resultados dos jogos do respectivos Estaduais. A iniciativa começou na Federação Pernambucana e será bancada pela Federação Paulista de Futebol para todos os estados da região. O custo do investimento será de cerca de R$ 100 mil.

Garotos-propaganda
A Semp Toshiba analisa os jogadores do São Paulo para escolher novos patrocinados. A empresa tem contrato com Luis Fabiano até o fim de 2013, mas quer ampliar o investimento. A STI avalia quais atletas têm potencial de virar ídolo da torcida. Os patrocinados devem ser anunciados nas próximas rodadas.

Sedutor
Em um ano no cargo, José Maria Marin já conseguiu  atrair a maioria das federações, especialmente do Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Elas avaliam que ele fez mais do que o antecessor Ricardo Teixeira. E devem seguir sua indicação de voto em Marco Polo del Nero para a sua sucessão em 2014.

DE LETRA
“Temos de discutir modelos diferentes, para que os estaduais deixem de ser deficitários”
Evandro Barros Carvalho, presidente da Federação Pernambucana de Futebol, que diz que apenas os estaduais de Pernambuco e São Paulo são superavitários.



MaisRecentes

CBF mantém rodada do Brasileirão, mas Anac vê risco de aviões não decolarem



Continue Lendo

Boca Juniors publica nota oficial sobre episódio da ‘mala branca’ para o Palmeiras



Continue Lendo

Jogadores do Palmeiras receberam ‘mala branca’ do Boca Juniors para vencer na Libertadores



Continue Lendo