Contrato Fla-Peugeot é de R$ 9 milhões/ano, na média



O Flamengo não irá receber R$ 15 milhões por ano no contrato com a Peugeot, mas provavelmente bem menos. Esse valor só será alcançado se o clube fizer jus a todos os prêmios por desempenho esportivo previsto no contrato. O valor do acordo sem esses prêmios é de R$ 8,4 milhões em 2013, R$ 9 milhões em 2014 e R$ 9,6 milhões em 2015. O valor total do contrato, sem os bônus, é de R$ 27 milhões por três anos. Tradicionalmente, os valores dos bônus não entram no chamado “valor do contrato”.

Se atingir todas as metas por desempenho esportivo, o clube pode receber até R$ 6 milhões a mais por ano.

Neste ano, a marca francesa será exposta no peito do uniforme, o espaço mais valorizado. Em 2014, ela ficará nas costas e em 2015, nas mangas. O Flamengo ainda busca mais dois patrocinadores que aceitem as mesmas condições de valor e de exposição. Só o que muda é o local onde ficará a marca a cada temporada. Um possível parceiro é a companhia de distribuição de combustíveis Ale. Não haverá outra montadora.

O contrato será votado na próxima terça-feira pelo Conselho Deliberativo. Na segunda-feira, será apreciado pelo Conselho Fiscal. Até a sexta-feira no final da tarde, o contrato não havia chegado ao órgão assessor do CD.

No ano passado, o Flamengo negociou o espaço do peito e das costas com a Peugeot. A montadora oferecia R$ 16 milhões e a diretoria de Patrícia Amorim pedia R$ 20 milhões. Nas outras propriedades, faturava perto de R$ 10 milhões. Todos os contratos vigentes em 2012 foram encerrados e não tiveram renovação.

A estratégia de rodízio foi criada pelo vice-presidente de Marketing, Luiz Eduardo Baptista, em razão das cláusulas do contrato com a Adidas. Em contrapartida de oferecer quase R$ 27 milhões por ano em dinheiro, a companhia alemã exigiu a redução do número de marcas no uniforme, com ou sem repetições. É o que se começa a chamar de custo Adidas.



MaisRecentes

Após confirmação de Valentim em 2019, goleiro Martín Silva deve sair do Vasco



Continue Lendo

Arena da Baixada recebe evento com forças da segurança pública do Paraná



Continue Lendo

Justiça determina que eleição no Volta Redonda tenha urna para sócios ‘sub judice’



Continue Lendo