Santos não vai entrar em leilão por Robinho



As cenas verificadas na volta de Ronaldinho Gaúcho ao Brasil não vão se repetir com Robinho. Uma parte é comum. O vice do clube italiano Adriano Galliani veio ao Brasil para negociar com os clubes interessados e se focou no Flamengo. O fim da história poderá ser o mesmo, com Robinho vestindo a camisa 10 do Rubro-Negro. Mas aquele leilão protagonizado por Assis, irmão e agente do Gaúcho, que fez Palmeiras e Grêmio acreditarem que tinham um acordo fechado enquanto ele pegava as propostas desses clubes para conseguir mais com o Flamengo, não deve se repetir.

O Santos decidiu que não entrará numa disputa com outros clubes pelo jogador. Vai fazer sua negociação, mas só haverá acordo se os valores baixarem bastante.

Robinho exige R$ 1,1 milhão por mês isentos de Imposto de Renda. Incluindo o IR e os encargos de um salário desse nível, isso significa R$ 1,8 milhão por mês de custo, 13 meses por ano, ou cerca de R$ 70 milhões por três anos. Mais os 10 milhões de euros (R$ 27 milhões) pedidos pelo Milan, o valor alcança R$ 97 milhões. Esse valor está completamente fora do que o Santos pretende pagar. Isso corresponderia a um sexto do orçamento anual do clube.

Por menos, o clube conseguiria contratar o argentino Montillo, do Cruzeiro. E, afora o fato de Robinho já chegar como um ídolo dos santistas, os dois não são vistos como muito diferentes na missão de tirar de Neymar a responsabilidade de carregar o time nas costas.

Embora considere a passagem de Robinho um sucesso dentro e fora de campo – conseguiu atender tanto às demandas da equipe quanto as dos patrocinadores que lhe bancavam o salário – os diretores agora veem o jogador de outro modo: fora da Seleção Brasileira e sem uma Copa do Mundo no curto prazo, Robinho seria muito menos interessante a empresas interessadas em patrociná-lo. Logo seu salário não pode ser o mesmo.

Se o Flamengo, como seus dirigentes anunciaram, já encontraram investidores para o atacante do Milan, parece ser o destino mais provável do jogador. Se é que vai conseguir sair do Milan.

 



MaisRecentes

Vasco acerta aumento pontual da exposição do Azeite Royal na camisa



Continue Lendo

Especialistas em Direito do Esporte se unem em um novo escritório de advocacia



Continue Lendo

Caso Everest: Diário Oficial publica autorização para licitar nova sede do clube



Continue Lendo