Marinha dos EUA encerra patrocínio ao UFC



A Marinha dos Estados Unidos, um dos principais patrocinadores do UFC, optou por não renovar a parceria. A U. S. Marine Corps, como é chamada no país, pagava à organizaçãocerca de US$ 2,1 milhões anuais, e vinculava seu nome ao segmento “Keys to Victory (Chaves para a vitória)”, que mostrava estatísticas dos lutadores e o que deveriam fazer para vencer.

A razão oficial dada pelo órgão militar, que também tem acordos comerciais com outras entidades esportivas como a NBA, foi a mudança no plano de investimentos. A Unite Here, associação de ex-militares, diz entretanto que o real motivo foram entrevistas homofóbicas e machistas de alguns atletas ligados à entidade.



MaisRecentes

Oposição se enfurece com Bandeira de Mello e pode pedir a sua exclusão do Flamengo



Continue Lendo

Luiz Felipe Scolari pode ter contrato estendido até 2022 e depois virar manager



Continue Lendo

CBF deve se reunir com clubes para falar de manifestações políticas



Continue Lendo