Diretoria do Flamengo aceita levar contrato da Adidas para o Conselho Deliberativo



O contrato da Adidas será votado pelo Conselho Deliberativo na próxima quarta-feira. Depois de uma longa reunião entre o vice-presidente de planejamento e marketing do Flamengo, Luiz Eduardo Baptista, com executivos da multinacional, na última sexta-feira, na qual cláusulas foram modificadas, a diretoria do clube aceitou os novos termos contratuais e a proposta de contrato será analisada pelos mais de 1500 conselheiros pertencentes ao CD. O contrato de dez anos será no valor de R$ 363 milhões.

– É verdade. Vamos levar o contrato para ser votado no Deliberativo. Mas só será assinado se for aprovado. Concordamos com os termos e isso será encaminhado quarta-feira para o conselho. Agora temos que esperar para ver como será a análise – confirmou o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira à De Prima.

Durante o fim de semana os executivos da Adidas trabalharam para modificar os termos contratuais. A nova diretoria do Flamengo explicou que algumas cláusulas que estavam no documento seriam complicadas de cumprir, como o limite de patrocínios que seriam estampados na camisa e o rigor disciplinar com os jogadores, por exemplo.

Se o contrato for aprovado no Deliberativo, o Flamengo ganhará logo em janeiro cerca de R$ 32 milhões de luvas. Como a Olympikus já deixou de repassar cerca de R$ 7 milhões em royalties, o clube terá de ressarcir cerca de 3,4 à empresa para antecipar a rescisão de contrato para o fim deste ano. Essa quantia terá de ser despositada até a próxima sexta-feira. Os outros R$ 3 milhões serão para a conclusão das obras do museu do clube.

 



MaisRecentes

Conselheiros do Vasco criticam atuação de diretor de futebol



Continue Lendo

Árbitros da Ferj estão sem receber parte dos pagamentos



Continue Lendo

Fora de São Paulo, Paraná lidera número de visitantes na Arena Corinthians



Continue Lendo