Nem patrocínio cala críticas a Rosenberg



Apesar do anúncio do contrato com a Caixa, anteontem a situação do vice-presidente Luiz Paulo Rosenberg continua tensa entre os conselheiros do Corinthians. Rosenberg deve ser questionado na próxima reunião do Conselho Deliberativo, no dia 26. O motivo são alterações em contratos relativos ao estádio de Itaquera. Ele é acusado de ter cedido propriedades do clube ao fundo que vai gerir as verbas do estádio.

Network
A exemplo do acordo São Paulo-Semp Toshiba, o contrato entre Corinthians e Caixa só saiu por causa das relações pessoais. O diretor corintiano Ivan Marques é amigo de um sócio de uma das agências de publicidade que atende o banco federal. Foi na casa desse publicitário que se alinhavou o patrocínio.

Candidato
O empresário do setor de transporte de materiais de construção Sérgio Moysés se lançou candidato a presidente do Palmeiras, juntando-se a Décio Perin, Arnaldo Tirone e Paulo Nobre. Moysés vai buscar o apoio de Mustafá Contursi, que lidera de 55 a 75 dos 280 conselheiros do clube. Moysés é membro do COF e oposicionista de Arnaldo Tirone.

CNJ
O Conselho Nacional de Justiça decidiu enfrentar a questão da segurança nos estádios. Usando como alvo a Copa do Mundo de 2014, o CNJ criou um fórum sobre o assunto. Entre as primeiras decisões estão a implantação de juizados dos torcedores nas arenas de todo o país. Mas ainda não há prazo para implementá-las.

Panetone
Mesmo sem liberação do Al-Ittihad (SAU) para defender outro clube, o meia Diego Souza decidiu ficar no Brasil. O jogador disse ter se assustado com a retenção de seu passaporte pelo clube e o risco de passar o Natal na Arábia Saudita. Agora seus agentes vão tentar encontrar algum clube e dobrar os cartolas árabes.

Acerto
O Flamengo pagou ontem parcelas das dívidas referentes aos acordos realizados com os ex-jogadores do clube Romário, Petkovic e Deivid, e com o técnico Vanderlei Luxemburgo, que deixou o clube em fevereiro. Desde o começo da gestão, a diretoria reclama que está tendo dificuldade para administrar dívidas passadas e atuais.

Pragmática
O candidato a presidente pela Chapa Azul, Eduardo Bandeira, afirmou ter proposto no almoço da oposição a contratação de um instituto de pesquisa para indicar a candidatura com mais chances contra Patricia Amorim. Mas os outros candidatos teriam insistido na discussão sobre a experiência de cada um.

Nota 2,5
A Federação Paulista de Futebol exige apenas nota 2,5 (cinco acertos em 20 questões) na prova teórica que fará com árbitros e assistentes em duas semanas. As perguntas serão sobre regras do jogo, regulamento de competições e legislação esportiva. Os reprovados só poderão voltar a trabalhar em fevereiro, no mínimo.

Para poucos
O presidente Arnaldo Tirone prometeu aos presidenciáveis Decio Perin e Paulo Nobre acesso às contas e documentos do clube antes mesmo da eleição, mas não avançou nada na busca de apoio para sua reeleição. Durante toda a sua gestão, conselheiros do COF brigaram para ver muitos dos contratos.

DE LETRA
“Do jeito que o departamento de futebol do Vasco está, abandonado, jogadores insatisfeitos, ficamos com medo de o Vasco ser o Palmeiras do ano que vem”
Leonardo Gonçalves, presidente do grupo de oposição Cruzada Vascaína.



MaisRecentes

Final da Libertadores desperta interesse do espectador brasileiro e audiência explode



Continue Lendo

Pedro Abad pode deixar o comando do Fluminense ainda em 2018



Continue Lendo

Contratação de Felipe Melo pelo Flamengo faz parte de ‘presente de Natal’ pedido por Abel Braga



Continue Lendo