Nem patrocínio cala críticas a Rosenberg



Apesar do anúncio do contrato com a Caixa, anteontem a situação do vice-presidente Luiz Paulo Rosenberg continua tensa entre os conselheiros do Corinthians. Rosenberg deve ser questionado na próxima reunião do Conselho Deliberativo, no dia 26. O motivo são alterações em contratos relativos ao estádio de Itaquera. Ele é acusado de ter cedido propriedades do clube ao fundo que vai gerir as verbas do estádio.

Network
A exemplo do acordo São Paulo-Semp Toshiba, o contrato entre Corinthians e Caixa só saiu por causa das relações pessoais. O diretor corintiano Ivan Marques é amigo de um sócio de uma das agências de publicidade que atende o banco federal. Foi na casa desse publicitário que se alinhavou o patrocínio.

Candidato
O empresário do setor de transporte de materiais de construção Sérgio Moysés se lançou candidato a presidente do Palmeiras, juntando-se a Décio Perin, Arnaldo Tirone e Paulo Nobre. Moysés vai buscar o apoio de Mustafá Contursi, que lidera de 55 a 75 dos 280 conselheiros do clube. Moysés é membro do COF e oposicionista de Arnaldo Tirone.

CNJ
O Conselho Nacional de Justiça decidiu enfrentar a questão da segurança nos estádios. Usando como alvo a Copa do Mundo de 2014, o CNJ criou um fórum sobre o assunto. Entre as primeiras decisões estão a implantação de juizados dos torcedores nas arenas de todo o país. Mas ainda não há prazo para implementá-las.

Panetone
Mesmo sem liberação do Al-Ittihad (SAU) para defender outro clube, o meia Diego Souza decidiu ficar no Brasil. O jogador disse ter se assustado com a retenção de seu passaporte pelo clube e o risco de passar o Natal na Arábia Saudita. Agora seus agentes vão tentar encontrar algum clube e dobrar os cartolas árabes.

Acerto
O Flamengo pagou ontem parcelas das dívidas referentes aos acordos realizados com os ex-jogadores do clube Romário, Petkovic e Deivid, e com o técnico Vanderlei Luxemburgo, que deixou o clube em fevereiro. Desde o começo da gestão, a diretoria reclama que está tendo dificuldade para administrar dívidas passadas e atuais.

Pragmática
O candidato a presidente pela Chapa Azul, Eduardo Bandeira, afirmou ter proposto no almoço da oposição a contratação de um instituto de pesquisa para indicar a candidatura com mais chances contra Patricia Amorim. Mas os outros candidatos teriam insistido na discussão sobre a experiência de cada um.

Nota 2,5
A Federação Paulista de Futebol exige apenas nota 2,5 (cinco acertos em 20 questões) na prova teórica que fará com árbitros e assistentes em duas semanas. As perguntas serão sobre regras do jogo, regulamento de competições e legislação esportiva. Os reprovados só poderão voltar a trabalhar em fevereiro, no mínimo.

Para poucos
O presidente Arnaldo Tirone prometeu aos presidenciáveis Decio Perin e Paulo Nobre acesso às contas e documentos do clube antes mesmo da eleição, mas não avançou nada na busca de apoio para sua reeleição. Durante toda a sua gestão, conselheiros do COF brigaram para ver muitos dos contratos.

DE LETRA
“Do jeito que o departamento de futebol do Vasco está, abandonado, jogadores insatisfeitos, ficamos com medo de o Vasco ser o Palmeiras do ano que vem”
Leonardo Gonçalves, presidente do grupo de oposição Cruzada Vascaína.



MaisRecentes

Governo admite que errou em MP que retira recursos do esporte



Continue Lendo

Sem resposta de Zé Ricardo, Milton Mendes entra no radar do Botafogo



Continue Lendo

Novo diretor de futebol do Fluminense, Paulo Angioni tem três nomes para lugar de Abel Braga



Continue Lendo