Acordo Fla-Adidas é adiado para 2013



O acordo Flamengo-Adidas deve ficar para 2013. O Conselho Fiscal decidiu ontem entrar em recesso até 11 de dezembro, depois das eleições do clube. Além disso, o presidente do CF, Leonardo Ribeiro, disse que “o contrato da Adidas vai ficar para 2013”. Para após a eleição ficará também a análise das contas de 2011, poupando a presidente Patricia Amorim de um desgaste na reta final da campanha em caso de reprovação.

Perdidos na Dutra
Membros da campanha de Wallim Vasconcellos à presidência do Flamengo apontam uma crise entre o grupo “paulista” (executivos que moram em São Paulo), e o “carioca”. O primeiro seria o responsável por duas publicações com ataques ao Conselho de Administração, o que aumentou as chances de impugnação.

Olho no tesouro
Os grupos de Afonso Della Monica e Luiz Gonzaga Belluzzo estão atrasando a definição de uma candidatura comum à presidência do Palmeiras, esperando ver o rumo do presidente Arnaldo Tirone. É certo que não o apoiarão, mas querem atrair os conselheiros ligados a ele, caso Tirone decida não concorrer.

TV Furacão
O Atlético-PR vai construir um estúdio de TV dentro do CT do Caju para a TV CAP, que deverá entrar em nova fase, exibindo treinos e entrevistas ao vivo. O projeto está inserido dentro de uma ampla reforma no site do clube, que deve entrar no ar nas próximas semanas, tudo pago por patrocinadores e publicidade.

Organização do apito
Sindicatos de árbitros de alguns estados, São Paulo à frente, articulam a criação de uma federação brasileira da categoria. O objetivo do movimento é substituir a Anaf, hoje tida por uma parte da categoria como satélite da comissão de arbitragem da CBF. Na Federação, os árbitros perdem o poder de votar para presidente. Só os sindicatos é que votam.

Desequilíbrio
Presidentes dos clubes pequenos da Série B cobram melhor distribuição de recursos no Brasileiro do próximo ano. O Atlético-PR recebeu R$ 30 milhões de direitos de TV e o Goiás, R$ 28 milhões. Já clubes como Criciúma, São Caetano e a maioria dos demais receberam apenas R$ 1,8 milhão cada para jogar durante oito meses.

Festa de gala
O Grêmio gastou cerca de R$ 20 milhões para organizar o amistoso diante do Hamburgo no dia 8 de dezembro, na inauguração da nova arena. O clube afirma que recuperará o investimento. Espera faturar R$ 10 milhões líquidos com bilheteria e outro tanto com contratos de patrocínio e publicidade firmados para o evento.

Amarrados
Uma multa que o Atlético-MG deverá pagar à BWA, gestora da Arena Independência, para cada partida que mandará em outro campo é o que emperra um acordo entre o clube e a Arena Minas, gestora do Mineirão. A Arena Minas, que já fez contrato com Cruzeiro e América, diz que não pagará para o Atlético a multa, de valor não divulgado, mas vultoso.

Dentuço eterno
Ronaldinho Gaúcho terá lugar na Calçada da Fama do Flamengo. O jogador que saiu brigado, que processa o clube e é hostilizado pela torcida, será homenageado com outros atletas que jogaram neste século, inclusive os campeões do último tri do Rio, da Copa do Brasil de 2006 e do Brasileiro de 2009.

DE LETRA
“O Palmeiras não merece cair (para a Série B do Brasileiro), mas o futebol não é questão de merecimento”
César Sampaio, gerente de Futebol do Palmeiras, que depois voltou atrás e disse que “o futebol não é justo”.



MaisRecentes

Fernanda Colombo deixa a arbitragem, lança livro e quer ser comentarista



Continue Lendo

Audiência pública promete pressionar políticos contra MP que retira recursos do esporte



Continue Lendo

Técnico brasileiro Milton Mendes renova mais alta licença da Uefa para técnicos



Continue Lendo